O Cravo e a Rosa: Catarina prepara jantar à luz de velas e se surpreende com reação de Petruchio

O fazendeiro chega na fazenda muito triste e decepcionado


15 de junho de 2022

Foto: Reprodução Globo/Montagem

Por Ana Júlia Amaral

Nos próximos capítulos de O Cravo e a Rosa, Petruchio (Eduardo Moscovis) joga um balde de água fria nas pretensões românticas de Catarina (Adriana Esteves). Com a expectativa de ter mais uma noite dos sonhos na cama com o amado, a “fera” prepara, com a ajuda de Neca (Ana Lúcia Torre), um jantar especial à luz de velas. Mas ao mesmo tempo em que ela está animada, Petruchio leva um baque daqueles. Ele cai direitinho na armação de Marcela (Drica Moraes) contra Catarina.

A pilantra revela que Catarina só foi para a cama com ele para poder pegar a sua herança, já que essa era a condição de Batista (Luís Melo). Ressabiado, o fazendeiro procura Cornélio (Ney Latorraca) e ele confirma. Mas mal sabe Cornélio que, a pedido de Marcela, Dinorá (Maria Padilha) mentiu para Catarina e disse que a condição de Batista para lhe dar o dinheiro era ela comparecer em seu casamento. “Eu estou muito triste. Ela me enganou”, fala Petruchio, cabiscaixo.

Enquanto isso, Catarina está ansiosa pela chegada do marido. Chove muito aquela noite. Quando o vê entrar, ela corre para beijá-lo, mas ele a afasta. “Você é muito falsa, muito mentirosa”.  A “fera” não entende o que está acontecendo e diz que passou o dia na cozinha preparando comidinhas que ele gosta. “Agora eu sei quem é que é que você é, Catarina. Você mentiu pra mim”, acusa ele. Catarina fala que pode ter todos os defeitos do mundo, mas não é mentirosa. 

Foto: Reprodução Globo 

Ele insiste que ela mentiu. “Fez que gostava de mim, ficou me abraçando, me beijando, se aconchegando nos meus braços, na cama...”. Catarina diz que ele não precisa dar detalhes. Petruchio fala que ela o fez acreditar que gostava dele. "Você brincou com meus sentimentos”. Ela afirma que ele não está falando coisa com coisa. O fazendeiro conta que ficou sabendo de uma fonte confiável que ela só teve “lua de mel” com ele para pegar a herança. “O quê? Que história é essa?”, assusta-se ela.

Catarina perde a paciência e diz que está vendo que ele não a conhece. “Você acha que eu ia lhe beijar por dinheiro? Por conta de uma herança que já era minha”. Mas Petruchio avisa que ela não o engana mais. “Por isso que você falava na surpresa, queria mesmo era ir embora, ir para as europa”. Ela diz que ele está delirando. Os dois discutem, ela o chama de ingrato e atira suspiros nele. Depois se arrepende e chora. “Isso é uma história falsa, um grande engano”, fala. Ele tira ter confirmado. “Você não pode ter confirmado porque não é verdade”.

Ela se aproxima do amado e pede para eles descobrirem juntos a verdade. “Me abraça, vamos para o quarto. Amanhã cedo a gente fala com o papai e apura tudo”. Mas Petruchio não quer saber de papo e diz que vai dormir no estábulo, mesmo com a chuva torrencial que cai lá fora. Catarina corre para impedi-lo. “Não vá, Petruchio, chove muito forte...Eu gosto de você”, fala ela, baixinho, já toda encharcada. Neca a vê ali, triste, e a puxa para dentro da casa.