Terra e Paixão: Caio se arrisca e faz loucura por amor à Aline após descobrir gravidez

O rapaz teme pela saúde da amada e de seu bebê na cadeia


13 de novembro de 2023

Foto: Reprodução Globo

Por Luciana Marques

Nos próximos capítulos de Terra e Paixão, Caio (Cauã Reymond) assume a tentativa de assassinato de Antônio (Tony Ramos) após descobrir que Aline (Barbara Reis) espera um filho seu. Extasiado de tanta felicidade, o rapaz beija muito a amada. E faz uma promessa. “Agora eu vou à luta pra tirar você daqui!”, avisa. Instantes depois, ele entra na sala de Marino (Leandro Lima) e diz que tem uma confissão a fazer.

O delegado mostra-se surpreso e pergunta o que houve. “Não foi a Aline que atirou no meu pai. Fui eu!”, afirma ele. Marino questiona que loucura é essa que ele está dizendo. “É a verdade, eu juro que fui eu que atirei”. Caio conta que chegou na fazenda e viu que Aline estava em perigo, tirou a arma da mão dela e atirou em seu pai. Momentos depois, Rodrigo (Maicon Rodrigues) chega na delegacia, chamado pelo delegado.

Marino explica que só chamou o advogado porque Cario resolveu confessar, mas dá um aviso. “Não acredito que você tenha atirado no seu pai. Você nem estava no local quando o tiro foi disparado!”. Caio afirma que isso ele não tem como saber, porque não estava lá. Ele diz que chegou um pouco antes atirou. “Pode escrever aí que eu assino a confissão. E pode soltar a Aline, porque ela não deve nada”.

Rodrigo fica incrédulo e diz que essa alegação de Caio não “para em pé”. Caio fala que tudo o que aconteceu foi uma armação dos seus pais. Ele diz que quando chegou na fazenda, Aline tava exigindo que eles entregassem o João (Matheus Assis) para levá-lo embora. “O meu pai ameaçou acabar com a vida dela, e foi aí que eu peguei a arma que tava na mão dela e atirei nele”. Marino afirma que a história que ele está contando é inconsistente.

O advogado afirma que é evidente que ele está fazendo aquilo para libertar a Aline, mas que isso pode até piorar a situação dela. Nesse momento, Caio não contém as lágrimas, desesperado. “Por favor, me deixem confessar e me coloquem na cadeia no lugar dela! Ela não pode ficar presa, não depois de já ter sofrido tanto na mão do meu pai! Além do mais ela tá grávida, esperando um filho meu!”.

Rodrigo diz que já foi marcada a audiência de custódia e que no dia seguinte pedirá a liberdade de Aline. O advogado garante que ela não ficará presa, ainda mais que ela está grávida. Marino afirma que só prendeu a moça porque foi forçado pelas circunstâncias, mas que há muitas inconsistências nos fatos narrados pela dona Agatha (Eliane Giardini). “Sem falar que eu ainda não ouvi as outras testemunhas. Fica tranquilo, que eu vou investigar e vou descobrir o que realmente aconteceu”.