Renascer: João Pedro ameaça irmãos "traíras” e abre mão da herança surpreendendo José Inocêncio

Filho rejeitado por José Inocêncio, João Pedro afirma que por ter “matado” Santinha não tem direito às terras


12 de fevereiro de 2024

Foto: Reprodução Globo

Por Luciana Marques

Nos próximos capítulos de Renascer, João Pedro (Juan Paiva) abre mão da herança de José Inocêncio (Marcos Palmeira). Assim que descobre que os irmãos, José Bento (Marcelo Mello Jr.) e José Venâncio (Rodrigo Simas), exigiram que o pai repartisse a parte de Santinha (Duda Santas) na herança, antes do casamento com Mariana (Theresa Fonseca), o rapaz toma uma decisão.

João Pedro afirma que o pai, que escapou das tocais de Belarmino (Antônio Calloni), cai logo nessa. O coronel diz que não está caindo em tocaia nenhuma. “Tá sim... Só que quem tá lhe armâno essa num é Mariana, são seus próprio fio!”. O fazendeiro pondera que eles estão preocupados. O jovem diz que não está certo o que estão fazendo. “Num só é direito, como é a lei”, explica Zé Inocêncio.

Renascer: João Pedro diz não admitir trairagem dos irmãos com o pai. “Armo tocaia pra eles”

José Inocêncio sente a angústia do filho caçula. “Se eu dividir, você vai ter a sua parte... Igual seus irmão”, garante. Neste momento, João Pedro surpreende o pai. “Pois eu abro mão de minha parte... Até porque num tenho direito nenhum, já que matei mainha!”. O coronel sente a própria culpa nesse trauma que o filho carrega. “Isso é outra bobagem minha, João Pedro... Ninguém teve culpa de nada... A vida é a vida”.

João encara o pai e diz saber que teve culpa. “Mais pelo menos me alivia sabê que, se por um lado lhe tirei mainha, pelo ôtro fui eu quem lhe truxe Mariana!”, fala ele, que sai dali chateado e bravo. José Inocêncio ainda chama pelo filho, mas já é tarde. Um pouco depois, em conversa com Zinha (Samantha Jones), João Pedro mostra a sua fúria com Bento e Venâncio.

O rapaz diz não aceitar a trairagem que fizeram com o pai. Zinha lembra que ele mesmo falou que é de direito deles. “A lei de lá, mais a lei daqui reza de ôtro jeito!”. A jovem pergunta do que o amigo está falando. “Que se eles forem armá essa tocaia pra painho, sô bem capaiz de armá ôtra pra eles dois!”, fala, assustando Zinha.