Topíssima: Sophia fica penalizada ao ouvir sobre passado de Andrea

Jovem chora com lembranças tristes e é consolada pela irmã mais velha


  • 17 de agosto de 2019
Foto: Reprodução Record TV


Aos poucos, Sophia (Camila Rodrigues) vai se aproximando da irmã bastarda, Andrea (Letícia Peroni). As duas se impressionam ao descobrirem gostos parecidos, além da personalidade forte e difícil.

Mas durante uma conversa, Andrea acaba revelando histórias tristes de seu passado. Penalizada, Sophia abraça a jovem com todo o seu carinho.

Essa sequência irá ao ar no dia 20 de agosto.

SOPHIA À ANDREA: “SEI QUE VOCÊ É SARCÁSTICA E DEBOCHADA PORQUE TEM UMA MÁGOA GRANDE AÍ DENTRO. E QUER SE DEFENDER DE ALGUMA FORMA”

Andrea está deitada no sofá da casa de Sophia, toda largada. A empresária tentar saber mais sobre a irmã, que a enrola. “Eu podia estar roubando, matando... Mas estou aqui aturando você, a mamãe Lara botocada e o padrasto Carlos chifrudo. Não é suficiente?”, zoa a jovem. “Ai, deixa de ser ingrata, garota! Eu te tirei da pior e é assim que você agradece?”, diz a empresária. "Não pedi pra me encontrarem, nem pra vir pra cá. Você que procurou sarna pra se coçar e agora tá achando ruim”, afirma a menina.

Sophia diz que não está achando ruim. “Bom, confesso que está sendo muito diferente do que eu imaginei que seria, mas... Era justamente isso que eu queria. Você aqui com a gente”, admite ela. “Tá. Já tô aqui. Mas existe um jeito muito mais silencioso de você desfrutar da minha presença, sabia? É totalmente possível você apreciar sua irmãzinha sem encher o saco... Me trazendo uma torta doce gigante com morangos, por exemplo”, pede a menina.

Sophia se anima ao saber que elas têm o mesmo gosto por tortal de morango. Elas conversam se divertindo, até que a a empresária tenta descobrir algo a mais sobre a irmã. “Eu sei que você é sarcástica e debochada porque tem uma mágoa muito grande aí dentro. E quer se defender de alguma forma”, diz. “Ah, é verdade, temos muito o que nos conhecer ainda. Você não me falou que era psicóloga...”, fala Andrea, de forma irônica.

ANDREA À SOPHIA: “ME DIZ SE ENTENDE, AOS SETE ANOS TER QUE IR ARRANJAR DINHEIRO E COMIDA NA RUA, ROUBAR AS VELHINHAS, E QUANDO CHEGAR EM CASA AINDA LEVAR UMA SURRA...”

Sophia continua falando. “Vai me dizer que não é verdade?”, indaga. “É claro que não! Isso se chama ter personalidade própria. E talento pra não levar desaforo pra casa”, diz a menina. “Não adianta tentar esconder, mocinha. Sei bem o que é isso porque eu também era assim”, revela. Andre fica mexida e um  pouco nervosa. “Você não pode comparar o que você foi com o que eu sou! Você não passou pelo que passei! Não tem nem ideia e nunca vai ter!”, conta.

Sophia pede para ela ficar calma. “Você sempre teve tudo, Sophia. Mansões, roupas de marca, diversão, amigos...”, enumera a garota. “Isso não quer dizer que eu não possa entender...”, fala a ricaça. “Ah, é? Me diz então se você entende o que é ter que cuidar dos próprios pais com sete anos de idade? Ter que ir pra rua arranjar dinheiro e comida, pedir no sinal, roubar as velhinhas, e quando chegar em casa ainda levar uma surra porque o dinheiro não foi suficiente pra eles comprarem a maldita droga?”, desabafa Andrea.

A empresária fica perplexa, sem saber o que falar. “Aí você tenta fugir. Uma, duas, três vezes. Mas eles sempre te acham. É claro que eles não querem te perder, sua carinha angelical é a melhor estratégia pra eles conseguirem o que querem. É mesmo capaz de entender, Sophia?”, indaga a menina, com os olhos marejados. As duas ficam se olhando, muito mexidas. Até que Andrea senta no sofá e, apesar de tentar conter o choro, não consegue. Ela cai em pranos. Condoída, Sophia senta ao lado da irmã e lhe dá um abraço fraterno.

Topíssima: Antonio sofre ao ver Lima e Sophia trocarem carícias

Topíssima: Lara chora impactada diante de Andrea



Veja Também