Topíssima: Paulo Roberto ameaça contar à Sophia sobre irmã

Pilantra chantageia Lara, que teve filha fruto de uma traição


  • 15 de julho de 2019
Foto: Reprodução Record TV


O mau-caráter Paulo Roberto (Floriano Peixoto) se vê cada vez mais de mãos amarradas na Universidade. Tudo porque Sophia (Camila Rodrigues) tem ficado alerta às armações do tio.

Furioso, ele acaba procurando Lara (Cristiana Oliveira) e chantageando-a, se ela não interferir. Seu trunfo é Andrea (Letícia Peroni), jovem fruto de uma traição da ricaça, que ela esconde de toda a família, até de Sophia.

Essa sequência irá ao ar nesta segunda, dia 15 de julho.

LARA A PAULO ROBERTO: “COMPORTE-SE COMO UM BOM EMPREGADO QUE É E OBEDEÇA À MINHA FILHA”

Após uma discussão feia na sala de Sophia, Paulo Roberto zomba dela. “Você nunca vai chegar aos pés do grande Alencar, Sophia. Não se iluda. Meu pai era um homem de negócios.Você é só uma garota mimada brincando de empresária”, diz ele. “Que bom que está mostrando a verdadeira face, tio. Veremos se não vou te ensinar como é que se administra o Grupo Alencar de verdade”, rebate a empresária.

Momentos depois, indignado, Paulo liga para Lara. “A situação aqui está insustentável! Eu e Sophia batemos de frente o tempo todo, discordamos em tudo”, conta. “Então saia do caminho da presidente, meu caro. Comporte-se como um bom empregado que é e obedeça à minha filha”, diz a ricaça. “Não me cutuca com vara curta, Lara. Você vai se arrepender!”, ameaça ele.

Lara logo diz que não tem o que fazer. “Presidência é um cargo de quase total autonomia, não tenho como interceder a cada picuinha entre vocês dois”, fala. “Não é picuinha coisa nenhuma! A Sophia está tentando amarrar as minhas mãos, me imobilizar aqui dentro da Universidade”, conta.

Mas Lara não dá ouvidos ao choro do meio-irmão. “Amarrar as mãos nesse caso é uma metáfora para ela estar de olho nos gastos do seu departamento? No fluxo de dinheiro? No desempenho? Sophia finalmente deve estar botando ordem na casa”, deduz ela.

PAULO ROBERTO CHANTAGEIA LARA: “QUER MESMO FALAR EM DOR? APOSTO QUE O NOME ANDREA DÓI COMO UMA AGULHA SENDO ENFIADA NO SEU PEITO”

Paulo Roberto rebate dizendo que não admite ninguém lhe dando ordens. “Eu ajudei a transformar essa instituição no que é hoje”, lembra ele. “Conforme-se, meu caro. Dói menos”, aconselha ela. “Quer mesmo falar em dor? Aposto que o nome Andrea dói como uma agulha sendo enfiada no seu peito. Estou certo?”, ameaça ele.

Ao telefone, Lara reage séria, pesada. “Temos um acordo. Deu trabalho convencer a Sophia a readmitir você”, lembra ela. “Que tipo de estrago você acha que a Andrea é capaz de fazer?”, insiste ele. “Eu já te devolvi o cargo de reitor! Não vou aceitar que continue me chantageando!”, avisa ela. “Não quero viver sob o jugo da Sophia! Não aguento ter que aturar sua filha! Quero a presidência de volta, Lara!”, fala.

Lara diz que isso nunca acontecerá. “A Sophia está nessa cadeira porque eu confio nela. Minha filha não é só honesta e íntegra, mas também uma grande profissional”, ressalta. “Ou você se dá ao trabalho de me devolver a presidência do grupo Alencar ou é a Andrea que vai te dar trabalho. O que vai ser, Lara?”, chantageia ele. A ricaça fica acuada.

Topíssima: Madalena acusa Rafael pelo sumiço de Jandira

Topíssima: Sophia diz que fará Lara cancelar acordo de casamento



Veja Também