Topíssima: Antonio estraga tentativa de reaproximação de Sophia

Ricaça até prova ovo frito do ex, mas acaba de “estômago embrulhado”


  • 04 de setembro de 2019
Foto: Reprodução Record TV


O nosso casal #Tophia ainda parece longe de se entender. Muito por causa do orgulho ferido de Antonio (Felipe Cunha), desde que descobriu a tal procuração que Sophia (Camila Rodrigues) assinou para continuar na presidência das empresas.

E mesmo agora, já fora do comando do grupo, ela até tenta uma reaproximação com o ex. De início, o papo rola legal, mas o taxista estraga tudo.

Essa sequência deve ir ao ar nesta quarta, dia 4 de setembro.

ANTONIO APOIA SOPHIA SOBRE SAÍDA DELA DA PRESIDÊNCIA DO GRUPO: “SINTO MUITO. MAS... PODE CONTAR COMIGO... SEMPRE”

Sophia chega pela manhã na casa de Antonio. A “desculpa” é agradecer o taxista e também Mariinha (Silvia Pfeifer) por terem levado Carlos (Maurício Mattar) do hospital para casa. Nisso, ela é convidada para comer pão na frigideira e ovo frito, preparado por Antonio. Logo ela já está se deliciando com o café da manhã. Até que a ricaça mastiga uma casquinha do ovo e faz cara de nojinho. Antonio fica sem graça. “Achei que tinha catado todas! Desculpa”, diz ele.

Ela fala que tá ótimo do mesmo jeito. Nessa hora, tanto Mariinha quanto Gabriela (Rafaela Sampaio) dão uma desculpa e deixam os dois a sós. “Bom, eu... Fiquei sabendo que você perdeu a presidência. Gabriela me contou”, fala o taxista. Sophia confirma, triste. “É... Ainda estou tentando assimilar tudo isso”, diz. “Sinto muito. Mas... Pode contar comigo”, avisa ele, gentil. Nisso, Antonio acaba tocando na mão da empresária sobre a mesa. “Sempre”, completa ele. Surge ali um climinha entre os dois.

Logo a câmera mostra Mariinha ouvindo a conversa da porta, até que é repreendida por Gabriela. “Que feio, hein, dona Mariinha? Escutando conversa dos outros”, diz a jovem. “Não é “conversa dos outros”. É do meu Toninho e da nora que eu pedi a Deus”, fala ela. E Rafaela acha graça. Sophia e Antonio continuam a conversa sobre a saída dela da presidência. “...Lara me ameaçou por causa da minha irmã. Mas eu nunca pensei que ela fosse levar a ameaça adiante”, fala.

Antonio ouve atento. “E colocar a Beatriz na presidência, então? Ninguém esperava por isso...”, diz ele. Sophia afirma que gosta muito de Beatriz (Cássia Linhares), mas que ela não está preparada para gerir um grupo daquele tamanho. “E você se preparou pra isso. Estudou muito, se dedicou por anos...”, fala Antonio. “...Lara me ameaçou por causa da minha irmã. Mas eu nunca pensei que ela fosse levar a ameaça adiante”, fala.

SOPHIA BRAVA COM PROVOCAÇÃO DE ANTONIO: “SEU OVO FRITO, MESMO COM CASCA, ESTAVA GOSTOSO. PENA QUE A SUA TAPADEZ ME EMBRULHOU O ESTÔMAGO”

Sophia diz que se sente como se tudo o que fez tivesse sido jogado no lixo. “Me esforcei tanto pra chegar onde cheguei, fiz tantos sacrifícios...”, diz. Nessa hora, Antonio fala, magoado. “É... Sou testemunha disso... Dos sacrifícios que você fez...”, afirma. Sophia não entende. “Além de estudar anos pra chegar à presidência, também planejou se casar comigo, fez de tudo, aturou muito e não deu em nada, não é?”, provoca ele. “Não estava falando disso! Já disse que não me aproximei de você por interesse!”, insiste ela.

Mas Antonio não desiste. “Tudo o que você fez foi pensando em conquistar a presidência! Por isso agora se sente tão derrotada!”, fala. “Pensa um pouco, Antonio: se eu quisesse mesmo atender à exigência da Lara, acha mesmo que eu me envolveria com você, que é taxista?”, diz. “Acho! Na sua cabecinha torta pensou que gente como eu fosse fácil de ser manipulado!”, ressalta ele. “Gente como você? Pensei que tivesse orgulho de ser taxista!”, rebate ela. “Tenho muito orgulho!”, garante ele.

Logo ela lembra que Lara sempre quis que ela casasse com alguém do mesmo nível da família. “Você nunca foi o genro ideal para ela!”, conta. “Mas seria o marido ideal pra você. Um taxista, alguém que não é do “mesmo nível da sua família”, seria uma marionete nas suas mãos. Não foi assim que pensou, Sophia?”, insiste ele. Ela nega. “Antonio, nunca a sua profissão me fez te olhar como um homem inferior ou menor!”, afirma. Os dois se encaram. “Seu ovo frito, mesmo com casca, estava gostoso. Pena que a sua tapadez me embrulhou o estômago”, diz ela.

Ele se choca. “Está me chamando de tapado?”, diz. “Você me chamou de coisa pior”, fala ela. “Não chamei não...Se a carapuça serviu...”, diz ele. “Irritante!”, fala ela. Mariinha a vê saindo e pergunta o motivo para sair com tanta pressa. “Obrigada, dona Mariinha, mas acabo de cortar definitivamente o café e o ovo frito do meu cardápio. Um bom dia pra senhora”, diz. Nisso, Mariinha olha o filho com repreensão. Não fala nada não, mãe. Não fala, por favor...”, pede ele, furioso.

Topíssima: Sophia e Antonio confortam Andrea

Topíssima: Sophia dá bolo em Lima por Antonio



Veja Também