Segundo Sol: Ícaro e Valentim se unem e salvam Rosa da morte

Desacordada, por pouco jovem não vira mais uma vítima da injeção letal de Laureta


  • 07 de outubro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Aos poucos, os irmãos Ícaro (Chay Suede) e Valentim (Danilo Mesquita) estão deixando as diferenças de lado e virando grandes parceiros. A prova disso é que quando eles ficam sabendo que Rosa (Letícia Colin) virou refém de Laureta (Adriana Esteves), os dois se unem para salvar a jovem.

Neste momento, em capítulo que vai ao ar a partir da semana do dia 29 de outubro, Laureta e os cúmplices Remy (Vladimir Brichta) e Karola (Deborah Secco) estão escondidos na casa de Dulce (Renata Sorrah), mãe da cafetina.

Rosa, que foi ao encontro da vilãzona entregar a grana do prostíbulo, a esta altura é aliada de Beto (Emílio Dantas) e Luzia (Giovanna Antonelli). Depois de entregar o dinheiro, a jovem segue a vilã, mas acaba virando refém dela.

Segundo Sol: Luzia é condenada pela “morte” de Remy

Segundo Sol: Roberval em estado grave após salvar a família

ÍCARO APAVORADO AO SABER DO SEQUESTRO DE ROSA: “ESTÃO SATISFEITOS AGORA? MANDARAM UMA MULHER GRÁVIDA PRA TOCA DO LOBO”

Ao saber que Rosa corre risco de vida, Ícaro fica transtornado. “Tão satisfeitos agora? Mandaram uma mulher grávida pra toca do lobo! Sua própria irmã, 'detetive' Maura!”, fala o jovem. “Eu nem sabia que ela ia seguir Laureta”, responde Maura (Nanda Costa). Mas eles acabam tendo uma pista de onde é o cativeiro: Cruz das Almas.

Na casa dos Falcão, Valentim abre um mapa. E logo dá a ideia de eles irem até lá. Ionan (Armando Babaioff) diz que vai com eles e pede apoio de outros policiais. Eles chegam no local, vistoriam algumas casas, mas não encontram nada. Nisso, Remy e Laureta, que estão na rua, percebem a presença da polícia.

Eles ligam para a casa de Dulce e ordenam Karola a colocar um pano na boca de Rosa, que está amarrada. A polícia chega na casa de Dulce. E logo percebem que a senhora não fala coisa com coisa. Ela quer saber se eles são do exército. “É! Conte pra gente, seu marido e mais quem, que ficam escondidos aqui?”, pergunta Valentim. “Tem uma moça com eles? , emenda Ícaro. “Tão achando que eu confio em vocês? Não sou boba não!”, diz.

Depois de checarem tudo, Ionan diz para eles irem embora. Antes de sair, Valentim vê uma foto de Dulce, pega e a coloca no bolso. “Rapaz, o que achei mais estranho foi aquele lance dela falar em guerrilha o tempo todo, de ditadura, tortura, minha vó fez parte da guerrilha junto com seu Nestor, e seu Nestor é pai de Laureta”, diz Valentim. “Cara, isso não pode ser só coincidência”, constata Ícaro.

Os dois procuram seu Nestor (Francisco Cuoco) e mostram a foto a ele. O farmacêutico, num primeiro momento, acha que é Dulce, mas depois fica em dúvida. Já na casa dos Falcão, Valentim diz a Ionan que eles têm que voltar à Cruz das Almas. Mas todos são contra. Valentim fala baixo com Ícaro. “A gente tem que ir lá sozinhos mesmo”, diz.

ÍCARO PARA VALENTIM: “MAIS QUE AMIGO, VOCÊ PROVOU QUE É MEU IRMÃO DE VERDADE. É MASSA TER UM IRMÃO COMO VOCÊ, TIMTIM”

E os dois saem no carro de Valentim. Já na casa de Dulce, Laureta está pronta para matar Rosa. Ela coloca umas gotas na boca da jovem, que apaga. Karola e Remy ainda tentam convencê-la a não cometer o crime. Mas no momento em que vai terminar o serviço, a vilã percebe que falta a agulha em seu “kit morte”.

Como nem Karola, nem Remy aceitam ficar sozinhos no porão com Rosa, os três sobem. Nisso, Ícaro e Valentim, que descobriram o esconderijo numa conversa com Dulce, estão ali próximo, escondidos. Eles esperam o trio sair e entram. Logo, veêm Rosa desfalecida. Apavorado, Ícaro checa o pulso dela, e imediatamente sorri. “Tá viva! Graças a Deus! Tá só apagada!”, diz.

Os dois agem rápido. Enquanto Ícaro pega a jovem por debaixo dos braços, Valentim segura as pernas dela. E saem em direção ao carro. Já dentro da casa, Dulce conta sobre a presença dos “dois companheiros de guerrilha”. Esperta, Laureta pega a sua arma. Valentim arranca o carro, e a cafetina atira várias vezes no vidro, na lataria, na porta... Mas logo Karola se apavora ao saber que Valentim está no veículo.

Pelo retrovisor, o jovem vê a mãe com Laureta e Remy. Num certo momento, Karola empurra o braço de Laureta, que atira, mas erra o alvo. O carro some de vista. Logo, Valentim quer saber se era mesmo Karola que estava lá, e Ícaro confirma. “E Rosa? Como é que ela tá?”, pergunta Valentim. “Tá desacordada ainda, mas tá respirando”, fala Ícaro.

Já com o carro parado em um posto, eles comemoram o feito. “Rapaz, tenho que lhe agradecer por ter salvado Rosa, se não fosse sua ideia e sua coragem de voltar aqui hoje, vou lhe dever essa pra sempre...”, diz Ícaro. “Me deve nada, tá tudo certo”, responde Valentim, emocionado.

E Ícaro continua agradecendo ao irmão. “Eu sei de seus sentimentos e mesmo assim você foi parceiro, salvou Rosa e salvou meu filho, né pouca coisa não”, fala. “Acho que a gente conseguiu ficar amigo, né”, constata Valentim. “Mais que amigo, você provou que é meu irmão de verdade. É massa ter um irmão como você, Tintim”, fala Ícaro. Valentim sorri. “Valeu, pirata”, diz.



Veja Também