Salve-se Quem Puder: Téo e Luna têm a primeira noite de amor

Casal passa dias românticos em chalé de Helena em Campos de Jordão


  • 15 de março de 2020
Foto: Globo/João Miguel Junior


O romance de Téo (Felipe Simas) e Luna (Juliana Paiva) está ficando cada vez mais sério.

Tanto que os pombinhos se entregarão ao amor em dias de romance no chalé de Helena (Flávia Alessandra) em Campos do Jordão.

Essa sequência deve ser exibida em abril.

TÉO NO CHALÉ COM LUNA EM CLIMA DE ROMANCE: “POSSO PERGUNTAR UMA COISA? CÊ TÁ NERVOSA?”

Téo e Luna jantam diante da lareira. O diretor preparou burritos. “Pode falar a verdade, eu sei que eu errei um pouco a mão”, diz ele. A jovem elogia. “Tá perfeito porque foi feito com amor e mesmo que teja um pouco diferente dos outros, é o burrito do meu namorado!”, fala. Téo ri e a beija. “Posso perguntar uma coisa?”, diz ele. Ela faz que sim. “Cê tá...nervosa?”, quer saber.

Luna diz estar um pouco. “Eu tive um namorado só, desde novinha. Apesar de quê, com você, eu me sinto tão à vontade”, garante. Téo brinca. “Agora cê me deixou nervoso. Maior responsa saber que eu sou o primeiro depois do seu ex, com quem cê namorou a vida inteira”, fala. “É, mas a gente não precisa falar disso agora”, lembra ela.

O diretor pergunta, então, se ela chegou a conversar com o ex, se terminou mesmo. “Acabou, não tem mais volta. Ele me traiu com a minha melhor amiga”, diz ela, que pede para eles mudarem de assunto. “Cê tem razão, só tá cortando o clima. Mas eu quero te prometer uma coisa. Eu nunca vou trair a sua confiança. Eu vou ser só teu, tá?”, promete ele. Luna sorri, emocionada. “E eu só sua... Agora acho que é o momento que cê me beija, né?”, brinca.

Téo ri e os dois se beijam. “Cê tá sentindo alguma dor?”, quer saber ela. Ele fala que não. “Olha que louco... A pior coisa que já me aconteceu também foi a melhor. Porque o acidente no México trouxe você pra minha vida”, diz ele. “Sabe que cada vez mais eu acho que cê tem razão? Porque eu também passei por uma situação muito forte. Tipo o seu furacão... Mas se não fosse por isso, eu também não teria te conhecido”, constata ela.

Salve-se Quem Puder: Os “pestinhas” Mosquito e Queen veem Kyra triste e a consolam

Salve-se Quem Puder: Mário vai até a casa de Helena

LUNA DECLARA-SE A TÉO: “FOI BOM, MUITO BOM...CÊ FOI MUITO CARINHOSO. EU NUNCA VOU ESQUECER DESSA NOITE”

O diretor garante que desde que conheceu Luna parou de se sentir culpado com o que aconteceu com a moça que ele tentou salvar no furacão, em Cancún. “Eu tenho certeza que um dia você e essa garota vão se reencontrar. E ela vai poder te dizer o quanto ela é agradecida”, afirma a jovem. “Imagina se um dia eu reencontro ela? E mais, e se ela ainda tiver a minha correntinha... Porque eu acho que ficou na mão dela”, diz ele.

Luna tenta controlar a emoção. “Só espero que ela esteja viva. Num lugar protegido, quientinho como esse”, fala ele. “Téo... Cê nem imagina o quanto eu tou apaixonada por você!”, declara-se ela. O rapaz a beija, ardentemente, e eles se entregam ao amor. Um pouco depois, a cena mostra os dois apoiados no sofá, debaixo de um coberto. Ele com o torso nu, ela também. “Eu queria poder parar o tempo. Congelar esse momento pra sempre...”, diz ela.

Téo diz que não iria achar ruim ficar agarradinho nela.  “Foi bom, muito bom, Téo... Cê foi muito carinhoso. Eu nunca vou esquecer dessa noite”, garante a jovem. Téo também declara-se. “Eu realmente tirei a sorte grande quando eu caí daquela escada e cê apareceu pra me ajudar... Melhor tombo da minha vida!”, brinca. “Bobão... Mas quem sabe não foi só aquele tombo que juntou a gente?”, afirma a jovem.

Ele pergunta se ela está falando de destino. “Eu sou muito grata por cê ter aparecido na minha vida. Cê não imagina o quanto já fez por mim”, agradece ela. “Eu não fiz nada por você, Fiona. Quer dizer, posso fazer mais, se você quiser, se deixar”, provoca ele. Téo a beija no pescoço e vai descendo mais. “Eu deixo... E eu quero...”, diz ela. E o casal se entrega novamente ao amor.

Salve-se Quem Puder: Juan reencontra Luna no Brasil

Salve-se Quem Puder: Helena acredita que Luna e Mário foram mortos pelo narcotráfico por sua culpa



Veja Também