Paulo Gomiz, finalista do The Voice Kids: “É meu sonho desde sempre”

Aos 14 anos, cantor do time Simone & Simaria quer vencer para realizar também um desejo da mãe


  • 11 de outubro de 2020
Foto: Reprodução Instagram


Aos 14 anos, ainda na Audição às Cegas, Paulo Gomiz ouviu de Simone, que depois seria sua técnica junto com irmã, Simaria, que a voz dele “toca no fundo da alma das pessoas”. E é isso mesmo o que se sente quando esse jovem, que vive em São Paulo e já atuou no musical Billy Elliot, se apresenta. Paulo é um dos finalistas do The Voice Kids, junto com Kauê Penna e Maria Eduarda Ribeiro. Eles disputarão, ao vivo, dos Estúdios Globo, neste domingo, 11, quem será o grande vencedor do reality. E quem irá escolher é o público, que poderá votar pelo Gshow.

A trajetória de Paulo na atração foi de grandes performances. Na fase das Audições às cegas, ele fez todos os técnicos virarem as cadeiras para ele ao entoar Beauty and the beast. Já nas Batalhas, ele cantou This is me com Davi Anderson e Venicios Melo. Em sua primeira participação ao vivo no programa, passou para a semifinal cantando Stay with me. No último programa, sua performance do sucesso de Bruno Mars, Talking to the moon, lhe garantiu a vaga na final. Se vencer, Paulo quer realizar o sonho de sua mãe.

 

 

Como se sente ao chegar na final da competição? É supergratificante. Poder realizar esse sonho, que sempre tive, é incrível. Me inscrevi, fui passando pelas fases e cheguei à final! Isso é um sinal de que o público está gostando do que eu faço. 

O que você mais aprendeu que levará para a sua vida e carreira? O que eu vou levar para a minha vida são as amizades que criei no programa, as dicas de todos os técnicos e a experiência de uma maneira geral.  

E em relação à música, de que forma sai transformado? Fiquei mais consistente em relação à música. Eu só cantava em musicais. E cantar músicas de outros artistas, na televisão, foi uma experiência nova. Aprendi e foquei em cada música. Esse profissionalismo que o ‘The Voice Kids’ trouxe para mim eu vou levar para o resto da vida.

O que diria sobre a sua experiência no The Voice Kids e sobre a possibilidade de ser o vencedor dessa edição? Me esforcei muito, dei o meu melhor, ensaiei muito. É meu sonho desde sempre. Quero ajudar minha mãe, com o meu sonho, a realizar o sonho dela, que é o de ter uma casa própria. Com isso, a gente vai investir o dinheiro do aluguel na minha carreira. Estou no The Voice por mim e por ela também.  Quero muito retribuir tudo o que fez e faz por mim.    

 

 

 

Paulo Gomiz, do The Voice Kids: A voz que toca na alma

Maria Eduarda, finalista do The Voice Kids: “Se você tem um sonho, corre atrás”

Kauê Penna, finalista do The Voice Kids: “Felicidade imensa, não imaginava chegar aqui”


 



Veja Também