Orgulho e Paixão: Brandão dá lição em Xavier após ser solto

Depois, ele festeja com Mariana sua liberdade em jantar especial


  • 10 de setembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Depois de passar por maus bocados - e até ser preso por armações de Xavier (Ricardo Tozzi) –, Brandão (Malvino Salvador) será inocentado no julgamento de tentativa de assassinato. Mas antes de seguir para casa, em capítulo a ser exibido esta semana, ele pedirá para falar com o vilão, que já estará na cadeia.

E a primeira pergunta de Brandão é: “Por que você me odeia tanto?”. Com raiva, atrás da cela, Xavier destilará todo o seu ódio no Coronel. “Você é um hipócrita! Um cretino que se acha superior, sempre cuspindo lições de moral!”, diz o malvado. “Não acho que seja isso. Seu mal, Xavier, se chama inveja”, rebate Brandão.

Orgulho e Paixão: Ernesto ganha consolo de Ema e de Aurélio

Orgulho e Paixão: Julieta surpreende cunhada com convite

BRANDÃO À XAVIER: “OS INFELIZES PODEM SER PERIGOSOS. ESPERO DE CORAÇÃO QUE APODREÇA NA CADEIA”

Indignado, Xavier diz que não tem inveja de Brandão por ser muito mais rico, poderoso e respeitado do que ele. Mas logo o Coronel revida. “A riqueza que se gaba de ter, o poder... tudo foi conquistado na base da força, da intimidação. É isso, não é? Você gostaria de ser como eu: admirado, querido”, atesta Brandão.

Nisso, Xavier diz na cara do Coronel que ele também não é nada santo. “Grande admiração inspira um homem que foi amante de uma mulher casada! Que se escondia atrás de uma máscara pra bancar o justiceiro!”, fala. Brandão assume que cometeu erros.

Mas ele garante que por trás de todos os erros havia bons sentimentos. “Amor - mesmo desmedido, imaturo, como o que senti por Josephine - ainda é amor. O motoqueiro foi movido à compaixão, à sede de justiça. Já você erra por ganância, sadismo”, devolve o coronel. Com raiva nos olhos, Xavier pede ao delegado para tirar Brandão da sua frente.

E o Coronel continua dando lição de moral no vilão. “Sou uma boa pessoa, e quem me interessa, meus amigos, colegas de quartel, a mulher que eu amo, sabem disso e me retribuem com amor e respeito. Já você... quem veio segurar sua mão? Lhe dar apoio? Ninguém! É um infeliz! E os infelizes podem ser perigosos. Por isso espero de todo coração que apodreça na cadeia!”.

O Coronel sai, e Xavier urra de ódio.

BRANDÃO À MARIANA: “DAQUI PARA A FRENTE VAMOS VIVER ENTREGUES UM AO OUTRO POR COMPLETO, SEM MEDO, CULPA, VERGONHA”

Agora inocentado e livre, depois de vivenciar momentos de agonia no julgamento, Brandão só quer saber de estar com Mariana (Chandelly Braz). Pouco antes do jantar, eles se beijam no sofá da sala da casa do Coronel. “O jantar vai esfriar”, lembra Mariana.

Mas Brandão só tem olhos para o seu amor. “Que esfrie... Tão bom estar de volta”, comemora ele. E ela adianta que fez questão de ir para a cozinha preparar quitutes para o amado. “Eu preparei tudo que você gosta, venha ver! Só espero que esteja à altura”, diz ela, puxando o seu Coronel para a mesa.

Ainda relutante em largar a amada, ele diz: “Deve estar um banquete para os sentidos... como você”, fala ele, apaixonado, enlaçando Mariana. “Está com apetite?”, pergunta ela. “Um apetite imenso pela vida. Pelo que vamos viver daqui pra frente, entregues um ao outro por completo, sem medo, sem culpa, sem vergonha de nada e de ninguém”, atesta ele.

Mariana se emociona com as lindas palavras de seu amado esposo. “Então escolheu a mulher certa. Porque é exatamente assim que sempre sonhei viver!”, diz ela. Os dois se beijam, e caem novamente no sofá. O jantar que esfrie!



Veja Também