O Tempo Não Para: Samuca e Marocas optam por união íntima

Mas Dom Sabino não abre mão de festa para toda a Freguesia do Ó e arredores


  • 21 de novembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Esse Dom Sabino (Edson Celulari)... Mesmo contrariado após dona Agustina (Rosi Campos) se negar a assinar o divórcio diante do juiz, o patriarca não deixa de dar palpite sobre o casamento de Marocas (Juliana Paiva) e Samuca (Nicolas Prattes).

O problema é que o trio não se entende quanto ao “tamanho” da cerimônia.

O Tempo Não Para: Sabino comove Carmen com atitude nobre

O Tempo Não Para: O “grande coração” de Marocas e Samuca

MAROCAS A SABINO: “UM CASAMENTO COMO O DO SENHOR E MINHA MÃE NÃO PODE SER CONSIDERADO UM FRACASSO, APENAS POR TER CHEGADO AO FIM”

Samuca, Marocas, Cesária (Olívia Araújo), Nico (Raphaela Alvitos) e kiki (Nathália Rodrigues) recebem Dom Sabino com alegria na mansão. As gêmeas querem saber se agora ele volta a morar na casa. “Minhas meninas, eu estarei sempre aqui, como estou agora. Mas continuaremos em casas separadas”, explica. Logo Cesária leva as meninas para comerem bolo na cozinha.

“Marocas. E sua mãe, como está?”, pergunta Sabino. “Ela estava um tanto aflita. Saiu há pouco para ir à igreja se confessar”, conta. “Não deve estar sendo nada fácil para Agustina”, diz Sabino. “Pro senhor também não, Dom Sabino”, emenda Samuca. “Deveras... Vocês são jovens, têm a vida pela frente. Logo farão o sagrado juramento no altar. Nesse momento, tudo que um casal deseja é compartilhar os dias, lado a lado, até que a morte os separe”, fala o patriarca.

“Mas nem sempre as coisas são como esperamos. Um casamento como o do senhor e minha mãe não pode ser considerado um fracasso, apenas por ter chegado ao fim”, pondera Marocas. “Vocês construíram uma família incrível”, completa Samuca. “E vocês darão continuidade a ela. Não tenho dúvida de que serão muito felizes juntos. É o que eu mais desejo, como pai, como sogro e como amigo, do fundo do meu coração”, diz ele.

Logo, ele abraça a filha e o futuro genro, emocionado.

SABINO: “MAROCAS, VOCÊ JÁ SUBIU DUAS VEZES AO ALTAR PARA RECUSAR O NOIVO... AGORA QUE FINALMENTE DIRÁ 'SIM', SERÁ EM GRANDE ESTILO”

Depois do momento de afeto, Dom Sabino inicia uma discussão acalorada com o casal sobre a cerimônia do casamento. “Como patrono da cerimônia, eu não abro mão de um evento grandioso, com toda pompa e circunstância”, avisa Sabino. “Será uma festa íntima e familiar...”, fala Marocas.

“Para toda a Freguesia do Ó e arredores!”, imagina Sabino, sorridente. “Meu pai, eu não vejo a menor necessidade...”, afirma a jovem. “Marocas, você já subiu duas vezes ao altar para recusar o noivo... Agora que finalmente dirá o “sim”, será em grande estilo!”, lembra ele. Nesse momento, Samuca brinca. “Dom Sabino, esse argumento me deixou meio tenso”, diverte-se. Agustina chega da igreja, ainda meio abalada. “Boas noites...”, limita-se a dizer.

“Que bom que chegou, minha mãe... A senhora também não acha melhor uma cerimônia íntima?”, pergunta Marocas. “Sabino é o pai da noiva, é ele quem vai pagar o dote, eu prefiro não meter a colher... (ela vai saindo) Com licença, vou me recolher”, avisa.

Dom Sabino ainda tenta falar com ela. “Agustina, espere... Precisamos falar sobre a sua debandada diante do Juiz. Nossas advogadas ainda aguardam uma definição sobre o divórcio”, diz ele. “Mas eu já dei a minha palavra: não!”, afirma ela. “Agustina, por quem é...”, tenta argumentar ele, que fica falando sozinho.



Veja Também