O Tempo Não Para: Sabino cheio de ciúmes do pai de Samuca

Ele fica possesso ao ouvir o ex de Carmen, “Lilico”, chamá-la de “Carmencita”


  • 30 de novembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Desde que Samuca (Nicolas Prattes) decidiu procurar o pai, Livado (Nelson Freitas), Dom Sabino (Edson Celulari) não consegue mais disfarçar o ciúmes do ex de Carmen (Christiane Torloni).

E ele estará junto da empresária durante o primeiro papo dela via computador com o ex. Essa sequência está prevista para ser exibida no sábado, 1º de dezembro.

O Tempo Não Para: Ufa, Carmen consegue agradar Nico e Kiki

O Tempo Não Para: Samuca e Marocas felizes com notícia

SABINO POSSESSO DE CIÚMES DE CARMEN COM LIVALDO: “CARMENCITA? CARMENCITA? AH, NÃO... EU NÃO SOU OBRIGADO!”

Será Rafael (Pedro Bayão), expert em informátca na Samvita, que encontrará Livaldo via internet. Ali ao lado de Carmen, Sabino se surpreenderá com a agilidade do jovem no computador. “Homessa! Como pode tamanha agilidade?”, diz o pai de Marocas (Juliana Paiva). “O Rafa é fera em T.I.”, explica Carmen. “T.I.”, não entende Sanino.

“Tecnologia da Informação. Ele resolve os pepinos de computador pra todo mundo”, fala a empresária. Logo Rafa reage feliz. “Ahá! Te achei!”. E Sabino sem entender nada, olhando o computador. “Achou? Aí dentro?”, pergunta. Rafa digita enquanto lê. “Lilico, é você?”, indaga o jovem. “Mas quem é “Lilico?”, quer saber Sabino.

“É o Livaldo... Um apelido que a gente usava, coisa de namorados”, conta Carmen. “Isso é mais do que eu precisava saber”, diz Sabino, irônico. “Sabino, não vai começar com ciúmes agora”, diz Carmen. “Sshh! Ele vai falar!”, diz Rafa. Logo se ouve uma voz distorcida vinda do notebook: "Quem quer falar com Lilico?”. “Sou eu... Carmencita”, fala a empresária.

Dom Sabino entra, muito irritado, em sua sala, seguido por Carmen. “Carmencita? Carmencita? Ah, não... Eu não sou obrigado!”, brada Sabino. “Sabino, por favor, controle-se! Você não prometeu que ficaria ao meu lado?”, diz a empresária. “Acabo de me arrepender!”, confessa ele. Carmen acha graça. “Meu amor, Lilico e Carmencita já eram. Vamos voltar pra minha sala. Ele não deve ficar em contato por muito tempo”, diz ela. Mesmo meio emburrado, ele concorda.

CARMEN A SABINO: “VOU DAR UM APELIDO ÍNTIMO PRA VOCÊ TAMBÉM. QUE TAL SASSÁ?... BINO?... OU DONZINHO?”

Carmen, ao lado de Sabino e Rafael, fala com Livaldo. “Eu preciso que você volte, Livaldo. O quanto antes... É muito importante”, diz. “É você que quer que eu volte, Carmencita? É só dizer...”, pergunta ele. Sabino reage, passado. Carmen o olha, angustiada. “Sim... Sou eu quem pede a você que volte”, fala ela. Dom Sabino sai da sala irritado. “E então? Você pode fazer isso por mim?”, fala Carmen.

“Eu não posso falar agora. Volto a te procurar pelo hacker que me localizou. Esse cara deve ser bom mesmo”, diz ele, e Rafa ali, orgulhoso. “Livaldo... Livaldo! Droga, desligou”, fala ela. “Ele vai me procurar. Fica calma...“Carmencita””, brinca Rafa. Enquanto isso, em sua sala, Sabino continua resmungando. “É você que quer que eu volte, Carmencita?” “Sim, sou eu... Lilico!...””, imita. Nisso, Carmen entra. "Sabia que o seu ciúme é um elogio pra mim?”, diz ela.

Ele desconversa. E ela ri. “Sabino, para um senhor do século 19, cê tá se saindo um perfeito adolescente. Mas eu tenho uma ideia pra acabar com esse climão de uma vez por todas”, avisa ela. “Uma ideia... Pois não?”, diz ele. “Vou dar um apelido íntimo pra você também. Deixe-me ver... Que tal Sassá?”, pergunta. “Homessa!”, ele fica passado. “Já vi que não curtiu. Bino é melhor?”, diverte-se ela.

“Não creio no que estou ouvindo!”, fala o emburrado Sabino. “Donzinho!”, continua ela, divertida. “Um homem do meu porte, “Donzinho”?... (ele acaba rindo) Carmen, você às vezes parece uma menina crescida!”, fala ele. “E você, um rapazote mimado! Seu bobo... Meu único amor é você e sempre vai ser”, declara-se ela. “Deveras?”, diz ele. “Deveras que sim”, afirma ela.

A empresária beija o seu “Donzinho”, que se entrega a um romântico beijo de cinema.



Veja Também