O Tempo Não Para: Marocas e Samuca confortam Carmen

Por armação de Emílio, empresária é acusada de desviar fortuna da Samvita


  • 10 de outubro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Se os dias já não estão fáceis para Samuca (Nicolas Prattes), vão ficar ainda piores agora após ele ver sua mãe, Carmen (Christiane Torloni), ser acusada de roubar milhões da Samvita.

Tudo acontece, claro, após mais uma armação do crápula Emílio. (João Baldasserini). Ele deu um jeito de a empresária assinar um documento sem ler, em que desviava milhões de reais para contas em paraísos fiscais como Chipre e Seychelles.

Se há algo de bom nisso tudo, é ver o apoio de Marocas (Juliana Paiva) à ex-sogra.

O Tempo Não Para: Samuca confronta Emílio sobre Marocas

O Tempo Não Para: No divã, Bento revela à Helen que é virgem

MAROCAS SOBRE ACUSAÇÃO DE ROUBO CONTRA CARMEN: “É UM DISPARATE”

A informação é dada pelo Presidente do Conselho em uma reunião. “Mas, isso não é possível. Deve haver algum engano. Eu não cometi crime nenhum”, diz Carmen. Mas eles mostram documentos com a assinatura dela. Samuca, Marocas e Vanda (Lucy Ramos) tem reação rápida, forte, mas contida. “A Carmen jamais faria isso!”, diz o empresário. “É um disparate!”, emenda Marocas.

E Carmen pede a palavra. “Sou inocente. Não fiz nada do que estão me acusando. Mas o melhor agora é eu ficar afastada do meu cargo. Pelo menos até a empresa sair dessa crise. E tá nas suas mãos colocar a Samvita nos eixos, Samuca. A gente precisa de você, mais do que nunca!”, atesta Carmen.

Já em sua sala, Carmen arruma seus objetos pessoais, e tem a companhia de Samuca e Marocas. “Mãe, você não pode ir embora assim”, diz Samuca. “Carmen, nós precisamos provar que essa acusação é mentirosa”, emenda Marocas. “Isso tudo não passa de uma armação”, afirma o empresário.

“É por isso que eu preciso me afastar, pra desfazer essa mentira toda”, explica a empresária. Nesse momento, Vanda entra na sala. “Carmen, é a sua assinatura mesmo. Você assinou algum papel em branco?”, pergunta a advogada. “Sei lá! Não! Não acredito que eu assinei documentos sem ler”, fala.

E Vanda informa que os conselheiros estão irredutíveis e querem abrir um processo contra ela. “Não acredito que eu caí numa cilada dessas”, fala ela. Samuca abraça a mãe, que demonstra estar firme. “Eu tô bem, meu filho. 'Malandro não estrila' lembra? Eu vou sair dessa”, diz.

CARMEN À MAROCAS: “ENQUANTO EU ESTIVER FORA, QUERO QUE VOCÊ ASSUMA O MEU LUGAR NA EMPRESA”

Logo depois, Carmen vai até Marocas. “Quero te fazer um pedido”, diz. “Por favor, o que você quiser”, fala Marocas. “Enquanto eu estiver fora, quero que você assuma o meu lugar aqui na empresa”, diz a empresária. Depois, Marocas fala do pedido à Paulina (Carol Macedo). “Eu não poderia recusar. É muito injusto o que a sra. Carmen está passando. Vou fazer tudo para ajudar a provar sua inocência”, afirma Marocas.

Paulina diz que ela pode contar com sua ajuda. “Imagina que a Carmen ia desviar dinheiro da empresa. Isso é uma piada”, fala Paulina. “... O pior é que eu tenho uma suspeita de quem armou essa arapuca”, diz Marocas, olhando para o alto, enigmática. Claro que ela está pensando no malvado do seu noivo, Emílio.

Já no apartamento de Carmen, Samuca tenta confortar a mãe. “Cê deve tá exausta, mãe”, diz ele. “Dia difícil. Eu desviando dinheiro para paraísos fiscais, pode isso?”, fala ela. “Não me conformo. É muita injustiça. Cê fundou comigo aquela empresa. Cê não podia sair de lá desse jeito”, esbraveja Samuca.

Mas Carmen tenta acalmar o filho. “É temporário. Cê também já foi injustiçado, filho. E agora tá de volta. Cê tá no lugar de onde nunca devia ter saído. E, como presidente da empresa, você agora tem milhares de empregos pra salvar”, fala ela. “A empresa tá um caos. Vou ter que começar de novo, dos escombros que o Emílio deixou”, ressalta o jovem.

Carmen tenta demonstrar força ao filho. “Eu tô firme e forte!”, fala ela. Samuca dá um beijo carinhoso na mãe. “Cê é uma rocha. Cê é a minha mãe”, diz ele. Assim que Samuca sai, Carmen vê o seu crachá da Samvita e desaba. Ela chora contida, com muita raiva.



Veja Também