O Sétimo Guardião: Luz fica sabendo sobre a sua história

Sóstenes tem conversa franca com a neta após internação no hospital


  • 01 de fevereiro de 2019
Foto: Reprodução Globo


Aos poucos, Luz (Marina Ruy Barbosa) vai conhecendo detalhes de sua história.

Depois de descobrir que Murilo (Eduardo Moscovis) é filho de Sóstenes (Marcos Caruso), o avô faz uma nova revelação à professora.

Essa sequência irá ao ar no dia 7 de fevereiro.

O Sétimo Guardião: Nicolau tenta conversa, Afrodite é irredutível

O Sétimo Guardião: Sóstenes confronta filho, Murilo, por sumiço

SÓSTENES À LUZ: “MEU FILHO JÁ TINHA SUMIDO... TE AMEI ASSIM QUE TE VI! VOCÊ DEVOLVEU A MINHA ALEGRIA DE VIVER”

Depois de se recuperar do susto de ter reencontrado Murilo, ainda no hospital Sóstenes tem uma conversa séria com Luz. “Como o senhor está se sentindo, vô?”, pergunta. “Envergonhado... Com essa história de filho que apareceu do nada, praticamente lhe obriguei a revelar que foi adotada”, diz ele. “É bom que todos fiquem sabendo da verdade. Não tenho problema com isso. O senhor é que não queria que o caso se espalhasse pela cidade”, lembra a jovem.

“Porque esse era um assunto só nosso...”, ressalta ele. “Mas esse filho secreto era um assunto só seu! Por que escondeu isso de mim? Nem uma foto num álbum, nenhuma lembrança ou comentário. É isso que não consigo entender!”, indaga ela. “Esse não é o melhor momento pra me explicar”, fala o senhor. “Lamento, mas quero ouvir uma explicação agora, sim! Pra começar me esclareça uma dúvida que me persegue faz anos, embora nunca tenha lhe perguntado nada sobre isso...”, fala ela.

“E qual é?”, diz ele, receoso. “Por que me adotou como filha, como diz em meu registro de nascimento, mas fez questão de me ensinar a lhe chamar de avô? O que mais você está escondendo?”, indaga ela. “Nunca escondi que te encontrei numa situação muito estranha...”, fala ele. “Numa noite de temporal”, emenda Luz.

“Meu filho já tinha sumido. E eu procurei por ele tanto, Luz, tanto!... Aí, quando te encontrei, no meu desespero pensei que aquilo era um sinal. Um bebê! Deus estava devolvendo o que eu tinha perdido! Meu dever era ir na polícia e dizer como eu tinha lhe achado. Mas se fizesse isso iam te tirar de mim e mandar para um orfanato! Eu era sozinho, já tinha uma certa idade, não ia conseguir te adotar... Não podia deixar que isso acontecesse porque te amei assim que te vi! Você devolveu minha alegria de viver. Então eu procurei a dona Maria do Ó...”, vai contando ele.

LUZ A SÓSTENES: “NADA MUDOU ENTRE NÓS VÔ. VOCÊ DISSE QUE EU SOU A SUA VIDA. E VOCÊ TAMBÉM É A MINHA”

Luz se surpreende. “Espera aí: essa é aquela sua vizinha que apareceu lá em Serro Azul faz um tempo?”, pergunta. “Essa mesma. Ela concordou em ser sua mãe no seu registro de nascimento... E eu fui o pai. Na época muitas crianças nasciam em casa. Fomos os dois ao cartório, assinamos tudo, ninguém questionou nada. Éramos pais tardios”, conta ele. “E porque ela veio lhe procurar?”, quer saber a jovem.

“Porque aquele tal de Olavo e a filha dele...”, diz Sóstenes. “A Laura”, corta Luz. “Os dois futucaram no nosso passado e acabaram descobrindo tudo isso. A intenção deles era separar o Gabriel de você”, ressalta o senhor. “Então porque não contaram tudo isso pra ele?”, quer saber ela. “Porque fui atrás do pai da Laura e o ameacei. Ele tem um interesse aqui na cidade, que não sei qual é... E não quis correr o risco de se envolver num escândalo”, explica Sóstenes.

A professora parece triste. “Tanta coisa que eu não sabia, vô...”, diz ela. “De uma coisa você sempre soube. Do meu imenso amor por você. Cometi um crime quando assinei sua certidão de nascimento como pai... Mas foi isso que procurei ser esses anos todos, filha: seu pai. Você é tudo que eu tenho!”, fala ele. “Não, você tem um filho. Murilo, não é?”, lembra ela.

Mas ele a corta. “Que me abandonou faz vinte anos e agora apareceu sem me dizer por onde andou! Não é dele que preciso, é de você. Por isso lhe pergunto: por tudo que não lhe contei esses anos todos você me perdoa... Minha neta?”, pergunta ele. Logo Luz cai nos braços de Sóstenes. “Nada mudou entre nós vô. Você disse que eu sou a sua vida. E você também é a minha!”, ressalta ela, comovida.

“Agora, quanto ao seu filho... Tem certeza que não quer mais saber dele?”, indaga ela. “Tenho”, diz ele, firme. “Eu te conheço, você não é de alimentar rancor. Tenho certeza que ainda vai mudar de ideia”, opina ela. “Isso é o que a gente vai ver”, fala Sóstenes, que beija os cabelos de Luz.



Veja Também