O Sétimo Guardião: Egídio descobre que é pai de Gabriel

De volta a Serro Azul, Valentina dá a notícia ao noivo que lhe deixou no altar


25 de novembro de 2018

Foto: Reprodução Globo

Se os dias de Egídio (Antonio Calloni) estão contados, ele ainda viverá uma grande emoção antes de partir. Já de volta a Serro Azul desde que foi deixada no altar pelo guardião-mor, Valentina Marsalla, na época Marlene, procura o ex.

Ela acredita que Gabriel (Bruno Gagliasso) está escondido na casa dele. Essa sequência está prevista para ser exibida a partir do dia 29 de novembro.

O Sétimo Guardião: A primeira vez de Luz e Gabriel

Letícia Spiller: “O espelho é ilusão, tento estar bem por dentro”

VALENTINA A EGÍDIO: “PROMETI QUE NUNCA IA TE FALAR SOBRE O GABRIEL. MAS DE REPENTE TUDO VIROU DE CABEÇA PRA BAIXO”

Mal chegou à cidade, Valentina trata de ir até à casa de Egídio. O guardião-mor fica em choque ao ver a ex batendo na porta tão tarde da noite. “Marlene!”, fala ele, atônito. “Não, Egídio. Valentina Marsalla”, corrige ela. “Faz mais de vinte anos que a gente não se vê nem se fala. E de repente me aparece feito um fantasma, vem bater na minha porta a essa hora da noite... Pra quê, me diz?”, pergunta ele.

“Pra descobrir porque você atraiu o Gabriel para este fim de mundo!”, diz ela. Mas Egídio reage dizendo que não conhece nenhum Gabriel, aliás, que só viu uma vez um rapaz com esse nome e trata-se do sobrinho de Sóstenes (Marcos Caruso). “Não vem bancar o velho gagá pra cima de mim. Eu não sou idiota! Não sei como, mas é claro que você descobriu a verdade sobre o Gabriel e deu um jeito de se aliar a ele”, acusa a malvada.

“Para de falar bobagens, diz alguma coisa que faça sentido!”, fala o guardião. Escondido dentro da casa, Sampaio (Marcello Novaes) ouve toda a conversa. “Você é que está se fazendo de leso. Estou falando do meu filho!”, insiste ela. “E eu já disse que não conheço nenhum filho teu!... Por que eu ia atrair pra Serro Azul um rapaz que nem conheço? E logo seu filho! Qual seria o meu interesse nele, me diz”, quer saber ele.

“Ele também é seu!”, revela Valentina. “Que história é essa, Marlene?! Porque está fazendo isso comigo?”, choca-se ele. “Eu prometi a mim mesma que nunca ia te falar sobre o Gabriel. Já tinha até esquecido que ele tinha um pai! Mas de repente tudo virou de cabeça pra baixo. Ele fez igual a você. Largou a noiva no dia do casamento. E sumiu! Por mais que tentasse eu não conseguia entender porque ele tinha repetido aquela história horrível que aconteceu comigo, mas aí... Descobri que ele veio parar aqui!”, diz ela.

EGÍDIO A LEÓN: “EU NÃO SABIA DESSE FILHO QUANDO VOCÊ ME PROCUROU, OU NÃO TERIA ACEITO ESTA MIISSÃO”

Egídio ali, parado, sem entender nada. “O Gabriel que está em Serro Azul, talvez escondido nesta sua casa sinistra, também é seu filho! Você é pai dele!”, repete a empresária. “Vem bater na minha porta, depois de vinte anos, pra me dizer uma sandice dessas? Eu estava certo. A mulher enlouqueceu!”, reage ele, perplexo.

“Enlouqueci, sim. Mas foi na igreja de Serro Azul, naquele dia em que você me disse, na frente de todo mundo, que não ia casar comigo e nunca mais queria me ver! Eu estava louca quando fugi levando um filho seu na barriga”, revela ela. Egídio perde o controle e a interrompe. “Chega! Isso não é justo! Estou no fim da minha vida! Quero viver em paz meus últimos dias! Não preciso ouvir esta sua história maluca!”, fala.

Logo ela pergunta. “Você está doente?”. Egídio ignora. “Não interessa! Se queria acabar com meu sossego, já conseguiu. Agora some daqui!”, ordena ele. “Não pode me mandar embora depois do que lhe contei! Tem que me dizer onde está esse traidor do Gabriel”, esbraveja ela. “Chega dessa história louca, não tenho filho nenhum!”, diz ele, que a empurra para fora e fecha a porta.

Mesmo assim, a vilã fica ali fora gritando, e lá dentro, Egídio mostra-se consternado. “Um filho? Não pode ser...”, diz para si, e Sampaio ouvindo tudo atrás da porta. “Eu sou o Sétimo Guardião!... Não podia casar nem podia ter filhos! Se fosse verdade, é claro que ela já tinha vindo jogar essa história na minha cara há muito tempo”, constata ele. Lá fora, Valentina diz que se ele não abrir a porta contará a história para todos na cidade.

Egídio pede a ela um tempo. E segue em direção à fonte. O gato León está parado na posição de alerta no final da escada. “Eu não sabia desse filho quando você me procurou, ou não teria aceito esta missão”, diz ele ao gato. León aparece ali, relaxado, enquanto Egídio pega um pouco da água e molha a testa. “Tem que haver um jeito de lidar com isso... E eu vou descobrir qual é”, fala Egídio. Mas será que ele terá tempo para isso?