Maria Paula, no Dancing: “Zero competitiva, mas muito esforçada”

Ela se diz entregue ao desafio e cita “alegria de viver” como segredo de boa forma e beleza


  • 15 de julho de 2019
Foto: Antonio Chahestian/Record TV


*Entrevista também disponível em vídeo, abaixo.

Aos 48 anos, Maria Paula continua com aquela mesma risada gostosa que cativou por 16 anos o público do humorístico Casseta & Planeta Urgente!, de 1996 a 2010. O alto astral também é o mesmo. “Eu sempre me cuidei. Mas o grande segredo é a alegria de viver... Porque a vida passa muito rápido”, conta a mãe de Maria Luísa, de 15 anos, e Felipe, de 11, da relação com o ex, o músico João Suplicy.

Tanto que Maria, que é atriz, apresentadora e psicóloga, não tem medo de “se jogar”. O seu mais novo desafio é estar entre os participantes da nova temporada do Dancing Brasil. Na última semana, ela contagiou os jurados e o público com a performance de foxtrote, ao lado do seu partner Tutu Morasi. “Sou zero competitiva. Vim aqui para me divertir e divertir o público, e isso já está acontecendo”, ressalta ela, que é praticante de yoga e meditação.

Foto: Blad Meneghel/RecordTV

O que foi fundamental para você aceitar o convite? Eu adoro dançar. Quando me convidaram para fazer um programa de dança, um programa super bem feito como esse, nesse cenário incrível, com esses profissionais maravilhosos, eu falei, ah, eu acho que eu vou me divertir, acho que eu vou gostar. Aí eu topei! Agora eu tô ralando que nem uma louca porque o negócio é difícil pra caramba. Eu achei eu ia ser moleza.

Já sentiu alguma transformação no corpo? Eu tô sentindo, olha aí, tudo tem um lado bom... O meu joelho esquerdo já está um pouco dolorido, em compensação eu já estou mais em forma do que nunca. E o melhor de tudo é que eu tenho um parceiro incrível: o Tutu Morasi. Olha que sorte, o Tutu é meu (risos).

Tutu, o que mais a Maria tem surpreendido você? A evolução dela. Eu falei outro dia, que queria que as pessoas tivessem visto ela no primeiro ensaio, no primeiro dia que eu encontrei com ela. Eu pensei, nossa, o bicho vai dar trabalho (risos). E agora, semanas depois, é outra pessoa, já está transformada. E eu fiquei surpreendido com a inteligência dela, a dedicação, a generosidade...

Maria, também se surpreendeu com você na dança? Eu ainda estou um pouco assustada (risos). Ainda rola um medinho. Mas eu sou uma pessoa muito esforçada, isso eu sempre fui, sou aquela que acorda cedo e faz o que tem que fazer. Então, eu acho que vou acabar conseguindo.

Você é competitiva? Zero competitiva. Tô nem aí quem vai ganhar. Eu não fico nem sabendo. Eu vim aqui para me divertir, para divertir o público. E com certeza já estou fazendo isso.

Maria, você sempre se cuidou. Mas qual o segredo para estar tão bem, tão em forma, bonita? Eu sempre me cuidei! Mas eu acho que o grande segredo é a alegria de viver. A vida é tão rápida... A minha filha, Maria Luiza, já está com 15 anos, está mais alo do que eu. Quando ela me passou de tamanho, eu disso, opa... Não temos tempo a perder. Bora se divertir, bora se jogar. Quer fazer alguma coisa, mesmo que você fale, não, eu não sei fazer, mas aprende. Que nem eu aqui, eu não sei dançar, mas eu estou aprendendo e estou adorando.

 

Maria Cecília e o desafio de se soltar no Dancing sem Rodolfo

Xuxa e Junno estreiam a quinta temporada do Dancing Brasil

 



Veja Também