Laços de Família: Cigana prevê uma jovem entre Helena e Edu

No réveillon, o apaixonado casal fica ressabiado com vidência


  • 16 de setembro de 2020
Foto: Reprodução Globo


Helena (Vera Fischer) e Edu (Reynaldo Gianecchini) passam o réveillon em meio a uma multidão na praia de Copacabana. Sentados na areia, eles se beijam. “Eu tô me sentindo cheia de areia, olha como eu tô”, fala ela, rindo. “Helena à milanesa, meu prato preferido”, diz ele. Os dois voltam a se beijar. Nisso, a empresária fala que tem que ir até em casa para tomar um banho e trocar de roupa. “Para ir aonde?”, quer saber o rapaz. Ela fala que está com frio. “Você esqueceu que eu sou médico? Eu curo você em um minuto”, provoca ele.

No meio da conversa, ela conta que sempre sonhou que o filho, Fred (Luigi Baricelli) fosse médico. “Não tem filho médico, mas tem o namorado”, fala ele. Os dois voltam a se beijar e, de repente, surge uma cigana. “Posso dizer como vai ser o ano 2000 pra vocês”, pergunta. Ela pede a mão de Edu. “Ih, não acredito nisso... Uma vez uma cigana leu que eu ia morrer num acidente num prazo de um ano, já se passaram dez”, conta o jovem. Helena sorri. “É preciso saber interpretar o que a gente vê nas linhas da mão”, fala a moça.

O médico afirma que não quer saber disso. “Mas eu quero, deixa ela ler, lê aí”, pede Helena. “As mulheres acreditam em tudo que não pode ver”, diverte-se Edu. “Tudo o que os homens não podem ver”, emenda ela. A cigana começa a sua leitura. “A sua mão é clara, suave, como os seus olhos. Mas o destino é sempre imprevisto e caprichoso. Nem sempre acompanha a pureza das mãos. Vejo um mundo de felicidade pra você, um ano de muita paz. Mas também de muito cuidado, porque o ano 200 ainda é uma incógnita”, diz.

Edu afirma que isso todo o mundo sabe. Helena pede para ele calar a boca. Mas ele faz uma pergunta. “Diz aí se vamos ficar juntos para sempre”, quer saber. “Não, você não tem que pergunta nada, porque você já disse que não acredita”, afirma ela. “Eu não acredito nas linhas da minha mão, das suas eu levo a maior fé... Vai, cigana, diz”, pede ele. “Vejo uma jovem, uma jovem muito bonita entre os dois”, afirma. Helena dá risada. “Tinha que ser mais jovem mesmo, porque se for mais velha do que eu, sua tia infartava de vez”, diverte-se a empresária.

Edu mostra irritação. “O que te falei, Helena? Você não está com nada, cigana”, afirma ele, que dá uma gorjeta para a moça, e quer sair dali. A cigana pede para esperar. “Não se trata de uma jovem qualquer, mas de uma jovem especial, uma que está ligada...”, conta. Nisso, Edu a interrompe. “Não queremos saber de nada. Feliz Ano Novo”, fala ele, de cara feia. Helena ainda pede para ouvir o que ela tem a dizer, mas Edu não deixa. E os dois saem dali, ressabiados com o que ouviram.

Laços de Família: Capitu é colocada na parede pelos pais após acharem camisinhas na gaveta

Laços de Família: Viriato se diz um fracassado após série de brochadas

 

 



Veja Também