Flor do Caribe: Natália e Juliano reatam e fogem para namorar em “paraíso”

Rapaz ouve conselho de Doralice e faz a amada esquecer birra da filha após beijaço


  • 13 de outubro de 2020
Foto: Reprodução Globo


As birras da mimada Mila (Thaís Müller) fizeram Natália (Daniela Escobar) se afastar do amado, Juliano (Bruno Gissoni). Disposto a se reaproximar da bióloga, ele segue o conselho inusitado da mãe, Doralice (Rita Guedes): de dar um beijo de tirar um fôlego em Natália. O pescador chega na casa dela e pede para conversar. Mas Natália está irredutível. Ela fala que entre ele e a filha, e escolha é Mila. Logo, ela o informa que o rapaz também está demitido. Juliano parece incrédulo. “Você não tá fazendo porcaria de escolha nenhuma, Natália! Você ta é cedendo à chantagem da Mila! Chantagem!”, afirma ele.

A bióloga fala que pode ser, mas que já tomou a decisão. “Não acredito! Você fala como se ela fosse uma garotinha! Mas ela é uma mulher adulta! Que se porta como uma menininha cheia de vontade! E você, pelo jeito... Ah, esquece”, diz ele. Natália sobe o tom. “Eu o quê? Não soube educar a Ludmila? O que é que você sabe sobre criar filhos? Me fala! O que você sabe de ser mãe? O que é que você sabe da responsabilidade de criar duas meninas? O que é que você sabe do mundo? O que você sabe da vida? O que você sabe do...”, fala. Nesse momento, Juliano a segura firme pelo braço. “Você vai ver uma coisa que eu sei!”, fala. Ele lhe dá um beijo de tirar o fôlego, e ela cede, entregue.

Um pouco depois, Natália aproveita que as filhas estão fora de casa e prepara uma cesta com vinho e petiscos. Nisso, Carol (Maria Joana) surge e desconfia. Mas a bióloga desconversa e avisa que passará o dia fora fazendo pesquisa. Em seguida, os dois já estão numa praia deserta. O rapaz quer saber se ela gostou do local. “Se gostei? Isso é um paraíso! Como é que uma praia dessas tá vazia? Cadê os turistas?”, pergunta. “Eles não conhecem essa praia, não. Não tem estrada que chegue aqui. O único jeito é de barco. Só vem pescador”, conta. “Que continue assim! Pelo menos hoje...”, fala ela.

Natália começa a arrumar as coisas, estende a toalha, com a ajuda do pescador. Os dois se encaram e se beijam. “Eu tô sonhando, né? Isso é muito bom pra ser verdade! Que lugar é esse? Nós dois aqui, felizes, sem culpa”, constata ela. Juliano propõe que o local, a partir daquele momento, será o “paraíso particular” dos dois. “Uau! Eu nunca tinha tido um paraíso só pra mim...”, diz ela. O pescador abre o vinho e eles brindam. Ela pede para os dois combinarem algo ali. “Toda vez que a gente vier pra cá, não vai ter mais nada, mais ninguém. O resto todo fica lá do outro lado da baía, atrás das dunas. Aqui, somos eu e você... Juliano, Natália... e essa praia deserta”, diz.

Flor do Caribe: Hélio confessa que foi ele quem atropelou casal

Flor do Caribe: Resgate de Cassiano por colegas tenentes tem luta e até explosão de mina

 



Veja Também