Espelho da Vida: Julia dá tapa na cara de Gustavo Bruno após beijo

Marquês força situação após se declarar completamente apaixonado pela jovem


  • 04 de dezembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Após ficar sabendo que praticamente está noiva de Gustavo Bruno (João Vicente de Castro), Cris/Julia (Vitória Strada) sobe para o seu quarto.

Mas logo a avisam que o Marquês quer se despedir dela. Essa sequência está prevista para ir ao ar nesta terça-feira, 4 de dezembro.

Espelho da Vida: Julia se vê praticamente noiva de Gustavo

Espelho da Vida: Alain é grosso ao ver beijo de Jorge Benício em Cris

GUSTAVO BRUNO PARA CRIS/JULIA: “ESTOU COMPLETAMENTE APAIXONADO POR VOCÊ”

Cris desce, trêmula. E logo Gustavo beija a sua mão. “Estou muito feliz. O coronel me convidou para jantar aqui amanhã. Vai ser em homenagem ao novo pároco”, conta o Marquês. “Gustavo, você já percebeu, claro, que eu e o professor...”, tenta explicar Cris/Julia.

Ele diz que está ciente de toda a situação. “Não precisa dizer nada, Julia”, fala. “Eu quero falar. Hoje pela segunda vez você nos salvou de uma situação perigosa, sabe que meu coração pertence a outra pessoa. Por que insiste em...”, pergunta ela.

E o Marquês responde na “lata”. “Porque estou totalmente apaixonado por você”, revela. Nesse instante, ele a pega pela cintura e a beija na boca, com tudo. Ali próximo, a “muy amiga” de Cris, Dora (Alinne Moraes), observa tudo, dividida.

CRIS/JULIA APÓS TAPA NA CARA DE GUSTAVO BRUNO: “EU NÃO QUERIA, DESCULPA, MAS VOCÊ NÃO DEVIA TER FORÇADO UM BEIJO, NÃO DEVIA”

Mas imediatamente Cris/Julia reage, afastando Gustavo com força. E ela tasca-lhe um tapa na cara. Dora vibra com a cena. “Eu não queria, desculpa, mas você não devia ter forçado um beijo, não devia!”, diz Cris/Julia, perturbada, indignada. Gustavo se desculpa. “Tem toda a razão do mundo, Julia, me perdoe você! Isso jamais acontece comigo, juro! Sei me comportar, me sinto um imbecil, perdi a cabeça”, diz ele.

Cris/Julia continua ali, contida, recuperando o fôlego, e vivenciando uma confusão de sentimentos. “Juro que não vai acontecer mais! A menos que me permita, claro. Você tinha acabado de me dizer que seu coração... É capaz de perdoar minha grosseria?”, pergunta ele.

“Eu, está tudo bem, Gustavo, tudo bem. Por que não diz ao meu pai que desistiu de me cortejar? Gosto de sua franqueza, simpatizo tanto com você, por que não tornamos as coisas mais simples?”, pergunta ela. “Porque as coisas não são tão simples. Meus sentimentos por você são fortes e verdadeiros, Julia. Quem sabe se, com o tempo, você me vê com outros olhos?”, diz ele.

Logo Cris reage. “Gustavo, eu nunca…”, começa a falar ela. “Espera, não diz “nunca”. Vamos começar sendo amigos. Conta comigo como seu fiel amigo. Um amigo cortês. Que quer sua felicidade. Mas que se reserva o direito de tentar conquistar lealmente a mulher que ama”, fala ele.

Nisso, o relógio começa a bater, e Cris/Julia ali, atenta e aflita. “Já está ficando tarde. Obrigado por me ouvir, Julia. Amigos? Acima de tudo?”, fala ele, estendendo a mão. A jovem ainda hesita. “Amigos…”, diz ela. E Gustavo trocar um olhar com Dora...



Veja Também