Éramos Seis: Isabel convence Soraia a ir ao casamento do pai

E Julinho aproveita presença da moça em sua casa para flertar com ela


  • 10 de novembro de 2019
Foto: Globo/Raquel Cunha


Após fugir de casa para não comparecer ao casamento do pai, Assad (Werner Schünemann), Soraia (Rayssa Bratillieri) ouve conselhos de Isabel (Giullia Buscacio)

E ela acaba convencendo a amiga a voltar pra casa. Mas, antes, Soraia se anima ao ver Julinho (André Luiz Frambach).

Essa sequência deve ser exibida nesta segunda, dia 11 de novembro.

SORAIA DESABAFA COM ISABEL: “SINTO FALTA DA MINHA MÃE, MUITA FALTA, SABE COMO É?”

Soraia está deitada na casa de Isabel, com olhos vermelhos de tanto chorar. “Eu sei que deve ser difícil aturar sua madrasta. Mas pense bem, não pode fazer nada. O seu pai vai casar de qualquer jeito. Você vai ter que acostumar com a mulher dele”, aconselha Isabel. “Sinto falta da minha mãe, muita falta, sabe como é?”, fala a jovem, triste. “Não sei se sei... Realmente pra mim é muito difícil saber... Acho que se perdesse o meu pai ou a minha mãe eu ia acabar ficando louca”, admite Isabel.

E ela continua sua reflexão. “Acho que ia ser uma coisa muito difícil. Mas depois, pensando melhor, ia ter que me acostumar. Ia ter que achar uma maneira de sobreviver sem eles. Ou então era melhor que eu morresse também. Porque não haveria outra maneira de viver. Ressuscitar eles não iriam”, diz. “Não fale assim, dá muita tristeza!”, afirma Soraia, chocada com o que ouviu da amiga.

Isabel continua sendo sincera com a jovem. “Só acho uma coisa sinceramente, Soraia. Mais cedo ou mais tarde, você vai ter que olhar a sua madrasta frente a frente. Morta de vergonha do seu pai pelo que fez, de sumir no casamento. E no fim das contas, vai ter que viver lá mesmo. Onde é que vai viver?”, pergunta. Soraia olha a amiga, hesitante. “Não tenho pra onde ir, mas não queria voltar”, ressalta ela.

JULINHO FLERTA COM SORAIA: “NÃO ACREDITO. NÃO VAI À FESTA DO SEU PAI, SORAIA? QUEM VAI ME FAZER COMPANHIA?”

Isabel diz que a decisão é dela. “Você é quem sabe. Não sou eu que vou obrigar você a tomar nenhuma decisão. De mais a mais, não tem nada mais para fazer do que dar conselho”, diz Isabel. Soraia fala que ela não está lhe dando conselho. “Está me dizendo como você ia fazer se fosse eu. Nunca vou esquecer a paciência que está tendo comigo”, fala ela.

Isabel diz que não foi nada. “Um dia também posso precisar de você. Eu só queria saber se a conversa adiantou para alguma coisa”, pergunta. Soraia sorri. “Adiantou sim... Eu acho que você tem razão. Estou sendo infantil. É melhor enfrentar o monstro do que fugir dele”, constata. “Assim é que se fala. Nos vemos na festa?”, indaga Isabel. Soraia hesita antes de responder.

Nesta hora, Julinho abre a porta e vai entrando distraído. Já vestido com o seu paletó para a festa, ele está se olhando e se achando. “Isabel, o que achou desse paletó? É do Lúcio...”, fala. Somente neste momento, ele vê Soraia ali. E a jovem olha para Julinho, surpresa e encantada. Ele se sente vaidoso. “Tem que bater antes de entrar, ô bonitão”, diz Isabel. “Não sabia que estava com visita. Mas o que a filha do noivo faz aqui na nossa casa?”, quer saber.

Isabel conta que ela está fugindo do casamento. “Não acredito. Não vai à festa do seu pai, Soraia? Quem vai me fazer companhia?”, flerta ele. Soraia olha e sorri, tímida. E Julinho fica ali, com o seu jeito assanhado e galanteador. Isabel, claro, percebe.

Éramos Seis: Emília recebe notícia da volta de Adelaide ao Brasil e se preocupa

Éramos Seis: O reencontro emocionado de Clotilde e Almeida após 10 anos



Veja Também