Éramos Seis: Alfredo encara Marion e pede para ela se afastar de Júlio

Jovem fica mexido ao ouvir dançarina contar que no fundo seu pai tem orgulho dele


  • 11 de novembro de 2019
Foto: Montagem


Alfredo (Nicolas Prattes) chega para uma reunião com estudantes no cabaré, quando Marion (Ellen Rocche) o chama para conversar.

Num primeiro momento, o jovem se recusa a encarar a amante do pai, mas depois eles têm uma conversa franca.

Essa sequência deve ser exibida no dia 15 de novembro.

MARION DEIXA ALFREDO MEXIDO: “VOCÊ SABIA QUE ELE SEMPRE ME FALOU DE VOCÊS? E QUE NO FUNDO SEMPRE SE ORGULHOU DE TER UM FILHO REBELDE COMO VOCÊ”

Alfredo deixa a reunião, quando mais uma vez Marion fica diante dele. “Pode me dar uma atenção?”, pede ela. “Não é questão de atenção. Nós vemos as coisas de maneira diferente: você acha que tem o que falar comigo, mas eu não concordo. Eu vou embora”, avisa ele, até que a dançarina o segura pelo braço. “Espera, Alfredo! Por que está me tratando assim? O que é que eu te fiz? Me escuta primeiro antes de me virar as costas”, fala.

Ele primeiro hesita, mas aceita conversar com ela. “Não te peço nada demais... Só quero que me dê notícias de seu pai, quero saber se está melhorando depois da operação...”, fala ela. “Marion, entenda que é difícil pra mim falar com você do meu pai. Como se fosse a coisa mais natural do mundo ele enganar minha mãe”, ressalta ele. “Conheço seu pai há muito tempo”, conta ela. “Essa é boa, a intimidade de vocês não me interessa”, diz o jovem.

Ela explica eu é amiga de Júlio há muitos anos. “Você sabia que ele sempre me falou de vocês? E que no fundo sempre se orgulhou de ter um filho rebelde como você?”, conta ela. As palavras de Marion surtem certo efeito. E Alfredo mostra-se curioso. “Ele falava de mim?”, quer saber. “De você, de seus irmãos. O Júlio ficava horas sentado nas mesas e falando... Ele se queixava de não conseguir conversar melhor com os filhos. Era o jeito dele. E eu dizia que ele era muito fechado, que ele tinha que tentar”, conta ela.

ALFREDO À MARION: “SE VOCÊ GOSTA DO MEU PAI, SE IMPORTA COM ELE COMO DIZ, NÃO DEVE QUERER QUE ELE VOLTE. ESQUECE ELE...”

Logo Alfredo diz que ele nunca tentou. “Não quer dizer que não ligasse. Lembro de uma vez, quando você era criança e sumiu de casa!”, conta. Alfredo sorri, surpreso. “Meu pai brigou muito”, conta. “Uns dias depois veio aqui e me contou tudo... Ele estava orgulhoso, dizia que tinha personalidade... No fundo, ele acha que você é o filho que mais se parece com ele”, revela ela. “Talvez seja verdade. E talvez isso não seja nada bom. Nem pra mim, nem pra ele”, constata o jovem.

Marion diz que não concorda. Logo ele quer saber o que tanto ela precisa falar com ele. A dançarina diz que quer saber notícias do estado de saúde dele. “Seu pai é um dos únicos homens que me tratou como gente na vida”, confessa ela. Alfredo sorri, mexido. “É por isso que estou preocupada... Tenho uma coisa me batendo na cabeça aqui... Eu vou acabar ficando louca...”, diz. Logo ela imaginar que ele piorou após a briga deles, quando Alfredo o flagrou dançando com ela.   

Alfredo conta que também carrega essa culpa. “E tento me desfazer dela... Porque não foi uma briga que fez ele ficar assim... Ele já vinha mal, não se tratava... A briga foi a gota d ?água, tento pensar assim e você também não precisa ficar culpada...”, fala. Marion sorri, aliviada. Nisso, Alfredo conta como está o estado de  saúde dele. “Ele suportou a operação, mas não está completamente bom. Minha mãe não desconfia de nada, disso aqui, de nada... E cuida dele, é o que mantém o meu pai um pouco melhor...”, ressalta o jovem.

E ele continua falando. “Mas ele não pode continuar tendo uma vida desregrada, Marion. Uma vida de excessos. Faz mal pra ele”, diz. A dançarina sente o golpe. “Ele não tem saúde”, fala ela. “Se você gosta do meu pai, e se importa com ele como diz, não deve querer que ele volte. Esquece ele, não deseje sua volta”, pede. Marion sofre, mas não tem o que contestar. “Você está certo, Alfredo, está certo, sim. Obrigada por me dar notícias. É só isso que queria, mais nada”, diz ela, cabisbaixa. 

Éramos Seis: Isabel convence Soraia a ir ao casamento do pai

Éramos Seis: Emília recebe notícia da volta de Adelaide ao Brasil e se preocupa



Veja Também