Bom Sucesso: Nana transa com Mario

Editor se declara ao seu amor de juventude


  • 18 de setembro de 2019
Foto: Reprodução Globo


Após acordar na cama de Mario (Lucio Mauro Filho), com as roupas dele, ela quer saber se eles dormiram juntos.

Mas logo ele começa a contar a ela sobre tudo o que aconteceu na noite em que ela bebeu além da conta...

Essa sequência irá ao ar na semana que inicia no dia 23 de setembro.

MARIO SEDUZ NADA, PEDINDO PARA ELA IMAGINAR QUE NÃO É CASADA E QUE O MUNDO LÁ FORA NÃO EXISTE

Nana está atordoada. Nisso, Mario vai contando cada detalhe da noite anterior, até o momento em que ela pediu para beijá-la. “Ai, eu também lembro disso. Que vergonha”, diz. “Do beijo ou do vômito?”, quer saber ele. “Vômito?”, fala ela, chocada. “Quando eu fui te beijar, você vomitou em mim. Quer dizer, em mim, em você, no bar inteiro, sobrou até pro Jeremias”, diverte-se ele.

Envergonhada, ela promete que nunca mais pisará no Chapeleiro Maluco. “Como você não queria ir pra casa, eu te trouxe pra cá. Te dei um banho...”, conta ele. “O quê? Você me viu pelada?”, surpreende-se ela. “Tive que trocar sua roupa, né? Vem cá, você apagou aquela rosa tatuada na nuca, né? Eu adorava aquela rosa...”, diz ele. “Mario, para de enrolar: rolou ou não rolou?”, insiste ela. “Claro que não! Você não tinha condições”, conta ele, deixando Nana fica aliviada. Nisso aparece Marcos (Romulo Estrela).

Eles têm uma longa conversa sobre a chantagem que ela e Diogo (Armando Babaioff) fizeram com Alberto para demitirem Paloma (Grazi Massafera). Ela mostra-se arrependida. Marcos sai e Nana fica ali, frágil. Mario entrega as roupas lavadas da executiva, e ela agradece. “Eu é que tenho que agradecer. Sabe quantas vezes eu idealizei essa cena?  Você, no meu quarto de roupas íntimas - ainda que seja minha cueca... Meu sonho de adolescência!”, brinca ele.

Ela diz que está mesmo parecendo uma adolescente. “Como eu me deixei chegar nesse ponto? Minha vida tá um caos!”, avalia. “Pra você, eu sou o fundo do poço, né?”, constata ele, chateado. “Não é isso”, diz ela. “Mário, eu sou casada”, lembra. “E se não fosse? Se o mundo lá fora não existisse? Se a gente tivesse numa bolha espaço tempo, sem passado e nem futuro”, pergunta ele. “Tipo num sonho?”, fala ela. “Ou num desses seriados de ficção científica que eu curto”, emenda ele.

NANA APÓS TRANSAR COM MARIO: “OLHA, FOI BOM, FOI ÓTIMO! FOI ÚNICO. MESMO. MAS NÃO VAI SE REPETIR”

Ela logo diz que precisa ir para a editora. “Calma. Fecha os olhos, tenta imaginar... Ah, vai, por favor. Só tenta”, pede ele. Nana fecha os olhos, Mario se aproxima. “O tempo parou, tá sentindo? Por um milionésimo de segundo, só tem nós dois no mundo”, diz. Ele toca levemente a mão dela. Ela se arrepia com os toques em seu corpo. “Posso?”, pergunta ele, se pode continuar as carícias. Nana hesita, mas acaba fazendo que sim. Mario a beija. E eles transam.

Um pouco depois, os dois aparecem embaixo de lençóis. Ele olha o teto, extasiado. Ela também olha, só que constrangida. Ele tenta fala algo, mas desiste. “Esquece que isso aconteceu?”, pede ela. “Não me pede o impossível”, diz ele. Nana começa a vestir suas roupas, falando sozinha. “Agora sim, eu cheguei no fundo do poço”, diz. “Ai! Essa doeu!”, afirma o editor. “Desculpa! Olha, foi bom, foi ótimo! Foi único! Mesmo. Mas não vai se repetir!”, avisa.

Ele quer saber o motivo. “Porque quando eu sair desse quarto, eu vou oltar pra realidade. Eu ando totalmente descompensada, preciso encontrar meu eixo. E não vai ser aqui. Nem com você”, diz. “Por que não? Desculpa, Nana, mas o Diogo é um babaca! Eu sei disso, sua família sabe, todo mundo na editora sabe!”, ressalta o editor. “Ele é meu marido”, afirma ela. “Me diz que ama esse cara, que é feliz com ele. Se você disser, eu me conformo, não te encho mais o saco”, pede.

E ela fala que Diogo sempre a apoiou e é com ele que deve estar. “Você pode contar comigo também”, lembra Mario. “Como amigo? Porque eu não vou me separar e não quero um amante. Eu não preciso de mais problemas. Desculpa, Mario”, fala. “Eu não quero bancar o romântico, aliás quero. Pô Nana, pra um casamento existir não precisa ter amor?”, insiste ele. “Acorda! A gente não tá mais naquela bolha espaço tempo. Eu tenho um passado com o Diogo, uma história. O meu futuro vai ser com ele também”, fala Nana, que sai, deixando Mario desolado.

Bom Sucesso: Gabriela conta à Paloma sobre namoro com Vicente

Bom Sucesso: Nana acorda na cama de Mario sem sua roupa



Veja Também