Bom Sucesso: Nana conta a Ramon sobre caso de Paloma e Marcos

Ex-jogador de basquete fica transtornado com a descoberta


  • 16 de agosto de 2019
Foto: Globo/João Cotta


A executiva Nana (Fabíula Nascimento) não engole mesmo Paloma (Grazi Massafera), muito pelo ciúmes da boa relação do pai, Alberto (Antonio Fagundes), com a acompanhante.

E ela provocará um “tsunami” no romance da costureira com Ramon (David Junior).

Essa sequência está prevista para ser exibida neste sábado, dia 17 de agosto.

EUGÊNIA DESCOBRE QUE RAMON É NOIVO DE PALOMA E O EXPULSA DA LOJA

Nana está experimentando um baby doll diante de Eugênia (Helena Fernandes) na loja da ricaça. Durante a conversa, Nana fala dos últimos acontecimentos familiares. “Eu sei que eu preciso relaxar, mas é tanto problema... Acredita que meu pai, naquele estado, de cadeira de rodas, foi parar numa escola de samba?”, conta. “O Seu Alberto? Nem sabia que ele gostava disso”, surpreende-se Eugênia.

Logo Nanda diz que a ideia foi da nova acompanhante dele. “Aliás, adivinha quem é? Aquela sua costureira que me atacou! Lembra? Que quebrou sua vitrine!”, conta. “A Paloma? Não é possível!”, fala. “Infelizmente é!”, afirma Nana. “Como é que você deixou essa irresponsável entrar na sua vida, na sua casa?”, quer saber ela. “Quem disse que eu deixei? Foi meu pai!”, conta Nana.

Nisso, chegam Ramon e Vicente (Gabriel Contente), filho de Eugênia, jogador do time de basquete treinado pelo ex-jogador. “Meu filho! O que houve?”, surpreende-se a ricaça. Ramon a tranquiliza, dizendo que já o levou na emergência e que está tudo bem. “O quê? Que médico? Por que eu não fui avisada?”, reclama. Vicente e Ramon trocam olhares. Nessa hora, Nana sai com o baby doll na mão e se depara com Ramon. Momentos antes, ele esteve na casa dela. “Ah, não, você de novo! Que dia!”, fala ela.

Eugênia quer saber de onde se conhecem. “Ele é o noivo daquela Paloma! Derrubou meu pai ontem e hoje de manhã foi lá em casa pedir desculpa, acredita?”, conta Nana. “Sai da minha loja agora”, ordena Eugênia. “Mãe, eu que pedi pro Ramon me trazer aqui”, tenta contornar Vicente.

RAMON TRANSTORNADO: “FILHO DA MÃE, ENTÃO ERA ELE? O MARCOS. SABIA QUE AQUELE CARA NÃO PRESTAVA”

Ramon diz que já está de saída. “É inacreditável que o noivo daquela louca seja o treinador do meu filho”, fala a empresária. “Pior é aquela psicopata trabalhando lá em casa”, fala Nana. Nisso, Ramon se vira. “Eu vim aqui na paz, trazer meu jogador, mas não vou ouvir desaforo sobre a minha noiva sem falar nada”, avisa. “Sua noiva é uma desequilibrada”, afirma Eugênia. “Deixa, ele não sabe de nada”, fala Nana. “E o que é pra saber? A Paloma é mãe de família, séria, trabalhadora”, diz ele.

Nana sorri, maldosa. “Você sabia que sua noiva e meu irmão já tiveram um caso? A Paloma contou isso pra você?”, questiona ela. Ramon fica atônito. “Pela sua cara, acho que não”, continua. “O que você falou da Paloma aí?”, pergunta ele, que entra de novo na loja. “Ué, a verdade. Que ela e meu irmão tiveram um caso quando ele ainda morava em Búzios. Ela nunca te contou?”, repete Nana, na maldade.

Nesse momento, Ramon começa a lembrar de coisas que Paloma lhe disse ter feito quando descobriu que só teria seis meses de vida. Ela revelou, inclusive, que conheceu um cara, mas que nem sabia o nome e que nunca mais o veria. “Filho da mãe, então era ele? O Marcos. Sabia que aquele cara não prestava”, constata Ramon. Nana continua provocando. “Isso não é novidade. Mas sua noiva também não é lá grande coisa, é?”, fala. Ramon não responde e sai dali transtornado.

Bom Sucesso: Ramon tem ataque de ciúmes de Alberto e Marcos

Bom Sucesso: Alberto arma “fuga” com Paloma para ir ao samba



Veja Também