Bom Sucesso: Marcos constrange Paloma na frente de Alberto

Bon vivant lembra momentos deles em Búzios, e veja o resultado...


  • 20 de agosto de 2019
Foto: Reprodução Globo


Marcos (Romulo Estrela) está mesmo de quatro por Paloma (Grazi Massafera).

E a situação vai complicar quando ele tentar ultrapassar os limites no local de trabalho dela.

Essa sequência irã ao ar a partir do dia 21 de agosto.

MARCOS CONSTRANGE PALOMA EM ALMOÇO: “NAQUELE NOITE EU PEDI PRO CRISTOBAN FAZER O PEIXE NA FOLHA DE BANANEIRA COM PIMENTA DEDO DE MOÇA.... HUM... LEMBRA PALOMA?”

Depois de dar de cara com o bon vivant pelado no banheiro e não resistir a um beijo dele, Paloma corre para ficar ao lado de Alberto (Antonio Fagundes). E quando ela pensa que se livrou do rapaz, ele anuncia que irá almoçar com o pai. “Hoje eu resolvi trabalhar de casa e aproveitar a essa comida  maravilhosa”, diz. “Qual? Você não está se referindo a minha deliciosa dieta pastosa”, fala Alberto.

Marcos diz que não. “Tava falando do peixe. É Robalo?”, pergunta. Bezinha (Thais Garayp) confirma. “Eu pescava lá em Búzios. Acho que você até comeu, né, Paloma?”, diz, olhando para a costureira. Bezinha fica curiosa, Alberto fecha a cara e Paloma engasga. “Se não me engano naquela noite eu pedi pro Cristoban fazer o peixe na folha de bananeira com pimenta dedo de moça. Hum... Lembra Paloma? Foi uma delícia, não foi?”, fala.

Todos olham para ele o recriminando, e Paloma fica ali, constrangida. “Qual o problema? Todo mundo aqui já sabe que eu e Paloma nos conhecemos em Búzios. Não tem nada demais”, minimiza ele. “Dá licença? Perdi o apetite”, fala Paloma, que sai apressada. Alberto bufa, irritado, e vai atrás dela.

MARCOS AO OUVIR QUE PALOMA DEIXARÁ O EMPREGO: “NÃO! QUEM VAI EMBORA DESSA CASA SOU EU”

Na biblioteca, Paloma pega suas coisas, quando Alberto chega na cadeira de rodas. “Tô indo embora, Seu Alberto”, diz ela. “Mas tá cedo!... Ah, não! É por causa das indiretas cretinas do meu filho”, deduz. Paloma extravasa. “Olha, eu preciso desse emprego, gosto muito do senhor, mesmo, mas não posso continuar aqui assim. Não dá mais”, afirma. “Marcos é um leviano, irresponsável...”, diz o empresário.

Nisso, Marcos entra. “Ah, este irresponsável devo ser eu”, fala. “Óbvio! O que você está fazendo com a Paloma é assédio! Ela é uma funcionária desta casa e você usa o fato de morar aqui pra constrangê-la”, afirma Alberto. “Não era minha intenção”, fala o rapaz. “Ah, não? É no corredor, quando eu tô chegando, indo embora, até no banheiro esse homem tá atrás de mim”, diz ela. “Peraí! Eu entrei no banheiro primeiro”, lembra ele.

Alberto intervém. “Chega! Isso está parecendo uma chanchada de quinta! Marcos, que absurdo”, diz. “Paloma, na boa, eu não te forcei a nada”, fala ele. “Não, mas fica me atazanando! Eu venho aqui trabalhar, e fico como? Agoniada!”, ressalta ela. “Agoniada ou com te...”, zoa o rapaz. “Não tem “ou” nenhum, seu moleque! Eu sinto muito, Paloma”, desculpa-se Alberto. “Só tem um jeito. Vocês são um família, e eu só trabalho aqui. Eu vou embora”, afirma Paloma, decidida

Mas Marcos a interrompe. “Não, você fica. Quem vai embora dessa casa sou eu”, avisa ele, deixando todos surpresos. “Acho digno!”, fala Alberto. “Eu também. Mas eu queria deixar claro que só tô deixando essa casa. Continuo na editora e me aguarde na ceia de Natal. Desculpa, Paloma, se eu fui inconveniente”, diz. “E abusivo”, emenda Alberto. “E abusado também”, fala Paloma. “Tudo isso. Mas eu não vou mais estar aqui pra te constranger. Dá licença. Vou fazer minha mala”, despede-se ele. Paloma encara Alberto sem graça.

Bom Sucesso: Francisca se encanta com Ramon

Bom Sucesso: Paloma dá de cara com Marcos pelado, e eles se beijam



Veja Também