A Dona do Pedaço: No leito da morte, Nilda faz último pedido

Matriarca dos Matheus quer promessa de Amadeu e Rael


  • 20 de junho de 2019
Foto: Globo/João Miguel Júnior


A matriarca dos Matheus, que ainda vivia em Rio Vermelho, Nilda (Jussara Freire) descobre uma séria doença cardíaca e chega de surpresa na casa de Amadeu (Marcos Palmeira), em São Paulo.

Ainda desolado com o casamento de Maria da Paz (Juliana Paes) com Régis (Reynaldo Gianecchini), o advogado tenta disfarçar toda a história da mãe. Mas algo inesperado acontece.

Essa sequência irá ao ar a partir do dia 10 de julho.

NILDA MOMENTOS ANTES DE MORRER PARA AMADEU E RAEL: “EU QUERO O SANGUE DA MARIA DA PAZ”

Nilda passa mal, e Amadeu a leva correndo ao hospital. Lá, ela é internada na UTI, e o médico explica que seu estado de saúde é delicado. Amadeu e o sobrinho Rael (Rafael Queiroz) a observam com soro, monitor cardíaco e mascara nasal. “Mãe, você mal voltou e já vai partir?”, fala o advogado. Nisso, Nilda acorda e faz gesto com a mão para Amadeu e Rael.

O médico hesita, mas logo os permite entrar na sala. “Ela está agoniada. Doutor, se ela tem alguma coisa para falar com a gente, tem que falar agora”, diz Amadeu. “Pode ser a última oportunidade de falar com ela”, emenda Rael. “Eu não devia fazer isso, mas eu vou mandar a paciente para o quarto porque...”, diz o médico. “Eu sei. Não tem mais esperança doutor. A gente precisa se despedir”, fala Amadeu.

Gilda (Heloísa Jorge) os acompanha, mas Nilda pede para ficar a sós com Amadeu e Rael. “Eu sei que já tá na hora de partir. Por isso vim pra te ver, Amadeu, mais uma vez, e cê também, Rael”, diz. “Eu te amo, vó”, fala o jovem. “Eu tenho um último pedido. É meu pedido no leito de morte. Uma promessa. Toda nossa família foi destruída por causa da Maria da Paz. O Rael veio pra São Paulo com a missão de se vingar por todos nós”, fala ela.

Logo Rael lembra de suas tentativas e diz ainda que Amadeu contou que ela própria o desobrigou da promessa de acabar com a vida da boleira. “Você, Amadeu, me fez dizer que desobrigava o Rael, mas eu só disse da boca pra fora. Eu quero o sangue da Maria da Paz”, afirma. “Mãe, não, não. Essa história de vingança acabou”, diz o advogado. “Não acabou. Promete, meu filho, promete”, implora ela.

Amadeu tenta demovê-la do pedido. “Minha mãe, dói não fazer uma promessa no leito de morte. Mas não posso. Eu ainda amo a Maria da Paz”, admite. “Ama, ama a Maria da Paz? Depois de tudo?”, diz ela. “Meu sentimento não tem importância, tou casado, com filho. Mas não quero a morte da Maria da Paz. Deus me livre desejar uma coisa dessas. Eu peço perdão, mãe. Mas não posso prometer”, admite ele.

Nisso, Nilda olha para o neto. “Não obrigue o Rael a fazer uma promessa dessas”, pede Amadeu. “Tá bem. Não disse nada não, Rael. Eu não disse e cê não disse”, diz ela. Rael e Nilda se olham intensamente. A câmera registra a mão do jovem apertando a da avó, como se dissesse “sim”, que irá cumprir o seu desejo. Nilda sorri e morre. “Mãe, mãe”, desespera-se Amadeu. Rael olha Nilda, põe a mão no coração e em seguida no coração da avó, numa espécie de promessa muda.

A Dona do Pedaço: Britney decide contar a verdade a Abel

A Dona do Pedaço: Vivi tenta alertar Maria da Paz sobre Régis



Veja Também