A Dona do Pedaço: Amadeu dá tapa na cara do matador Rael

Chamado de fraco, advogado quer preservar vida de Maria e propõe novo pacto


  • 23 de julho de 2019
Foto: Reprodução Globo


 

Rael (Rafael Queiroz) não esquece do último pedido da avó Nilda (Jussara Freire) no leito da morte: tirar a vida de Maria da Paz (Juliana Paes).

Decidido a cumprir o desejo, ele não esperava ver o tio Amadeu (Marcos Palmeira) em seu caminho. E teve que abaixar a cabeça pra ele.

Essa sequência irá ao ar no dia 9 de agosto.

RAEL A AMADEU: “EU PROMETI PRA VÓ NO LEITO DE MORTE QUE AINDA VOU ATIRAR NA MARIA DA PAZ. LIQUIDAR COM ELA”

Amadeu toma café da manhã, e entra Rael. Logo o advogado vê o revólver com ele e lhe cobra por isso. “Ah, é que eu...”, desconversa o jovem. “Você tinha me prometido não andar mais de revólver. Nem atirar em ninguém. Principalmente na Maria da Paz. Você não sabe mentir, Rael. Olha nos meus olhos e diz o que está acontecendo”, pede.

 

Rael tenta se justificar lembrando da promessa. “Eu prometi pra vó no leito de morte que ainda vou atirar na Maria da Paz. Liquidar com ela. Vingar os Matheus que a avó dela matou”, fala. “Rael, eu e a Maria da Paz tivemos uma filha juntos”, diz Amadeu. “A sua filha, a Josiane, é mais Matheus que Ramirez. Eu vi nos olhos dela. Ela tem nosso sangue. Eu duvido que ela goste da mãe que ela tem. O nosso sangue é forte. Fala mais alto”, deduz Rael.

Logo Amadeu diz para ele parar com essa bobagem. “A minha filha é filha dos dois, nasceu pra trazer a paz entre as duas famílias”, afirma. “A Josiane? Não é do tipo que traz a paz”, fala Rael. “Nós temos que ter essa paz. Você vai me dar sua palavra que não vai mais usar essa arma. Aliás, devolve essa arma, já”, pede ele.

AMADEU DÁ UM TAPA NA CARA DE RAEL: “NÃO ME CHAMA DE FRACO. EU SOU SEU TIO. EU SOU O CHEFE DA FAMÍLIA MATHEUS AGORA”

Rael reluta. “Não devolvo. Pra quê? O Chiclete que é Ramirez tá solto por aí. A Maria da Paz é Ramirez, a mãe dela taí também. Cê que é um fraco, tio. Um fraco”, ofende ele. Nesse momento, Amadeu dá um tapa na cara do sobrinho. “Não me chama de fraco. Eu sou seu tio. Eu sou o chefe da família Matheus agora”, fala o advogado, firme.

 

Nisso, o justiceiro abaixa a cabeça. “Me desculpa”, fala ele. “Nós vamos fazer um pacto. No passado fizemos um, mas a avó da Maria da Paz, que era uma velha de caráter forte, rompeu, e me deu um tiro no alta”, lembra ele. Nessa hora, passam cenas do passado mostrando o momento em ele leva um tiro no altar durante seu casamento com Maria.

E Amadeu continua falando. “Mas agora eu, como chefe dos Matheus, vou fazer outro pacto. Se todos fizerem, você também faz. Me obedeça!”, diz ele. “Eu obedeço porque cê é o chefe dos Matheus. Mas se não tiver o pacto...”, avisa o jovem. “Vai ter o pacto”, garante Amadeu.

A Dona do Pedaço: Abel vai beijar Britney e sente “coisa estranha”

 

A Dona do Pedaço: Deu ruim! Josiane fica nas mãos de Fabiana



Veja Também