Fernanda Montenegro pede à classe artística resistência

Atriz foi a grande homenageada no Prêmio Cesgranrio de Teatro


  • 22 de janeiro de 2019
Foto: Eny Miranda


A maior festa do teatro brasileiro, o Prêmio Cesgranrio de Teatro, teve como palco o Golden Room do Hotel Belmond Copacabana Palace, no Rio. Em sua sexta edição, a homenageada da noite foi a nossa maior atriz, Fernanda Montenegro. A diva foi homenageada com um poema lido por Julia Lemmertz, apresentadora da noite junto de Jonatas Faro, e com um lindo clipe com depoimentos de amigos e colegas.

“Eu me preparei, vim até bonitinha, de gala. Por que não? É uma noite especial, ainda mais num momento de total desprestígio da cultura neste país. Então, agradeço, professor Carlos Alberto Serpa. São muitos anos de vida, e ao mesmo tempo, parece que comecei ontem, e é como disse o Leonardo Netto (autor), nós temos que ter resistência”, disse ela.

Julia Lemmertz homenageia Fernanda com poema. Foto: Eny Miranda

Uma das jovens atrizes mais requisitadas do teatro musical, Malu Rodrigues emocionou ao entoar Beatriz, clássico de Edu Lobo e Chico Buarque. Jonatas Faro cantou Roda Viva acompanhado por cantores da Oficina de Canto Coral Cênico Cesgranrio. E Letícia Sabatella intepretou Nom, Je ne Regrette Rien, de Edith Piaf.

Durante a premiação, o autor Leonaro Netto, vencedor de Melhor Texto Nacional Inédito, por A Ordem Natural das Coisas, foi aplaudido de pé com emocionado desabafo sobre a crise cultural do Brasil.

“A arte é capaz de tocar e trasformar as pessoas. Eu sei porque pessoas me procuravam para falar da peça. E a cada mensagem que recebia, era uma felicidade grande, que eu esquecia da dificuldade que foi fazer essa peça. Pra quem não sabe, produzir teatro no Brasil é uma especie de Rally Paris Dakar. E isso confirmava a minha escolha pela profissão. E eu queira dizer pra nós artistas, trabalhadores da cultura, pra gente se juntar. Se ajudar. E resistir, porque vai passar. E que ninguém solte a mão de ninguém, pelo amor de Deus”, pediu ele.

Carlos Alberto Serpa, Fernanda Montenegro e Liège Monteiro. Foto: Eny Miranda

Confira a lista dos premiados 


Melhor Figurino - João Pimenta, por Romeu e Julieta ao som de Marisa Monte

Melhor Cenografia - Dina Salém Levy, por Cérebrocoraçã

Melhor Iluminação - Russinho, por Memória do esquecimento

Melhor Ator - Daniel Dantas, por O inoportuno

Melhor Ator em Teatro Musical - Cláudio Galvan, por Romeu + Julieta ao som de Marisa Monte

Melhor Atriz - Mariana Lima, por Cérebrocoracao 

Melhor Atriz em Teatro Musical - Amanda Acosta, por Bibi - Uma vida em musical

Melhor Texto Nacional Inédito - Leonardo Netto, por A ordem natural das coisas

Categoria Especial - Elenco de Elza, o musical

Melhor Direção de Musical - Jules Vandystadt, por 70 - Década do divino maravilhoso e Pippin 

Melhor Direção - Duda Maia, por Elza 

Melhor Espetáculo - A invenção do Nordeste



Veja Também