A Dona do Pedaço: Amadeu implora para Maria não casar com Régis

Advogado alerta a amada sobre a vida de playboy do rapaz


  • 14 de junho de 2019
Amadeu (Marcos Palmeira), Maria da Paz (Juliana Paes) e Régis (Reynaldo Gianecchini). Foto: Globo/João Miguel Júnior


Aos poucos, algumas pessoas começam a alertar Maria da Paz (Juliana Paes) sobre a fama de bon vivant de Régis (Reynaldo Gianecchini).

Até o seu grande amor, Amadeu (Marcos Palmeira), a procura para lhe implorar que não case com o rapaz.

Essa sequência irá ao ar no dia 29 de junho.

MARIA: “AMADEU, CÊ VEIO JOGAR MALDADE. VAI ME PERSEGUIR A VIDA TODA? NÃO ACEITA A MINHA FELICIDADE?”

Maria da Paz chega em casa e dá de cara com Amadeu. “Confesso que estou muito surpresa”, diz. “Eu precisava vir. Soube que vai se casar”, fala ele. Ela confirma. “E estou muito feliz”, fala. “Não casa, Maria da Paz. Eu vim pedir pra você, com todo meu coração. Não casa”, implora. “Amadeu, cê não tem o direito...”, diz ela, passada. “Deixa eu falar... A Josiane contou que você vai se casar com aquele sujeito”, fala ele.

Maria o corrige. “Aquele sujeito tem nome. Régis. E o casamento é pra logo... Que é que deu em você? Eu fiquei presa num sentimento, mesmo achando que cê tava morto. Teve um tempo que se você tinha feito isso assim com o dedo eu tinha me atirado nos seus pés. Mas cê tava casado... Além disso, cê protege seu sobrinho que queria me matar”, lembra ela.  Amadeu repete que não sabia sobre a intenção de Rael. “Até agora não deixo de pensar que cê tava interessado na minha morte”, diz a boleira.

Amadeu se magoa.“Eu tenho orgulho, não posso ouvir essa acusação mais uma vez. Por mim, saía agora e batia a porta. Mas eu vim te pedir pra não casar com esse Régis, e tenho meus motivos”, conta. “Diz que motivo”, pede ela. Ele conta que nunca gostou de Régis e foi investigar a vida dele na internet. “Esse cara aparece muito em revista, sites. Vai em festas, em tudo que é lugar chique”, diz. “Ele tá me mostrando o que é ser chique de verdade”, fala ela.

Nisso, Amadeu arruma um jeito de elogiar a amada. “Você não tem que aprender, já é a mulher mais chique que eu conheci”, afirma. “Cê acha?”, anima-se ela. “Acho, sempre com joia, com brilho, mas não é isso que importa, eu nunca vi nada falando do trabalho desse Régis, de quem ele é realmente. Sou advogado... Falei com um colega, com outro. Agora eu sei. Esse Régis não trabalha”, conta. Maria rebate dizendo que se ele é rico não precisa trabalhar.

Amadeu conta ainda que Régis vivia do dinheiro da família, que já acabou faz tempo. “Esse cara vive da mãe, do cunhado, mas nunca fez coisa que preste na vida. Vai casar com você pra viver no bem bom, às suas custas”, diz ele. “Amadeu, cê veio jogar maldade. Vai me perseguir a vida toda? Não quer que eu seja feliz, que eu tenha alguém? Não aceita minha felicidade, não quer me dar uma chance de seguir minha vida?”, fala ela.

Amadeu tenta falar, mas Maria não deixa. “Eu te admirava. Agora estou criando horror de você, cada vez mais. Vai embora”, pede ela. “Eu vou Maria da Paz, você pode me odiar, mas não casa com ele”, insiste. “Chega, já jogou seu veneno. Chega”, fala ela, que abre a porta para Amadeu sair. “Pensa no que eu disse”, pede o advogado. “Penso na decepção que você se tornou”, afirma ela. Quando Amadeu sai, Maria chora sem parar.

A Dona do Pedaço: Vivi tenta alertar Maria da Paz sobre Régis

A Dona do Pedaço: Rock começa a desmascarar Josiane



Veja Também