Matheus Nachtergaele: “Série divertida em fase que o Brasil está triste”

Ator festeja Cine Holliúdy e avalia momento do país como “uma grande ré”


  • 14 de maio de 2019
Foto: Reprodução Instagram


Por Luciana Marques

Um dos artistas mais respeitados de sua geração, que navega em obras desde as mais artesanais e de pesquisas no teatro, a filmes alternativos, até a grandes produções no cinema, séries e novelas, Matheus Nachtergaele vê o atual momento do sucateamento da cultura e de certa “demonização” da classe artística como “uma grande ré”. “Uma certa vingança contra as liberdades que o ser humano conquistou. E como as artes libertam, elas acabam perseguidas”, avalia. “Talvez seja o último renascimento desse medo errado do novo, que vai ter que ser mais ecológico, mais livre, mais sexualmente aberto, mais artístico, mais poético, menos industrial, menos material”, completa.

 

MATHEUS, O PREFEITO OLEGÁRIO DE CINE HOLLIÚDY: “VAMOS TENTAR FAZER O SORRISO NOS UNIR DE NOVO”

Olegário (Matheus Nachtergaele). Foto: Globo/Marcos Rosa

E para enfrentar essa fase cinzenta, o ator convoca a todos a assistirem a nova série de humor da Globo, Cine Holliúdy, no ar todas as terças-feiras, e também disponível no Globoplay, onde ele vive o prefeito corrupto Olegário. Com roteiro de Marcio Wilson e Claudio Paiva e direção artística de Patricia Pedrosa, a produção é baseada no longa homônimo do diretor cearense Halder Gomes, que assina a direção. A trama mostra o embate entre a TV e o cinema, nos anos 70, em uma pequena cidade do Ceará. “É uma série muito divertida, num momento em que o Brasil está triste. Vamos tentar fazer o sorriso nos unir de novo porque a gente está muito separado”, fala.

VEJA A ENTREVISTA COMPLETA EM VÍDEO ABAIXO!  
 

 

 

 

Veja quem é quem na nova série de humor Cine Holliúdy



Veja Também