O Sétimo Guardião: Mirtes vê roupa íntima do delegado

Beata fica intrigada e diz que descobrirá o que ele usa debaixo das calças


  • 20 de novembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Defensora da moral e dos bons costumes de Serro Azul, e fuxiqueira, a malvada Mirtes (Elizabeth Savala) ficará intrigada com uma descoberta.

Em capítulo que deve ser exibido nesta sexta, dia 23 de novembro, o padre Ramiro (Ailton Graça) é atendido na casa dela após sofrer um acidente. E o delegado Joubert Machado (Milhem Cortaz) também está lá.

O Sétimo Guardião: Gabriel vê em León marca de suas costas

Josie Pessôa, a dominatrix Luciana: “Nada a ver com agressão”

O DELEGADO MACHADO FICA DE CÓCORAS E MIRTES SE INTRIGA AO VER UM PEDAÇO DE CALCINHA

O doutor Aranha (Paulo Rocha), filho de Mirtes, atende o padre, que machuou o joelho após queda da bicicleta. “Foi só uma queda! Não sei pra quê tanto escândalo”, diz o padre. “Conheço gente que caiu, achou que não tinha sofrido nada e dias depois caiu de novo... Morto!”, fala Mirtes.

“Não é esse o caso, minha mãe. Padre Ramiro não bateu com a cabeça, caiu de joelhos só isso...”, diz Aranha. “Mas está agitado demais para quem sofreu tão pouco. Talvez se eu fizer um chá calmante..”, emenda ela. “Não precisa! O curativo no joelho já me basta”, afirma Ramiro. Logo, Maltoni (Matheus Abreu) entra com Machado e Peçanha (Felipe Hintze). “Não acredito que mandaram chamar o delegado. Foi um acidente sem importância, já falei!”, diz o padre.

“Mesmo assim foi uma ocorrência. E é melhor a autoridade fazer o registro”, diz Machado. “Pra quê, me diga?”, insiste Ramiro. “Nunca se sabe. Deixa ver seu joelho”, diz Machado. Nesse momento, o delegado fica de cócoras diante do padre. Mirtes, que está dele, vê um pedaço da calcinha que ele usa... E fica passada!. "Tá feio mesmo!”, fala Machado. “Mas é superficial”, diz Aranha.

“O Aranha já limpou a ferida, botou remédio, fez curativo... Logo ele vai ficar bom”, diz Stella (Vanessa Giácomo). Intrigada, Mirtes se curva para ver melhor a roupa de baixo do delegado. Ela está a alguns centímetros do seu alvo quando Stella percebe o quanto a sogra está curvada por trás do delegado e intervém.

MIRTES: “AQUILO NÃO ERA UMA CUECA NEM AQUI, NEM NA CASA DE BELZEDU! AH, MAS VOU DESCOBRIR O QUE TEM DEBAIXO DAQUELAS CALÇAS...”

“Minha sogra está passando mal?”, pergunta Stella. “Claro que não! Três doentes ao mesmo tempo na nossa casa... Seria um pouco demais, não acha?”, responde a beata. “Três, minha mãe? E quem é o terceiro?”, quer saber Aranha. “Sua esposa, é claro. Alcoolismo é doença. Você é médico e sabe disso muito bem”, fala a malvada.

Stella fica ali, envergonhada. “Eu só bebo de vez em quando”, fala ela. “Mas quando bebe, bebe todas e aí, sai de baixo!”, alfineta Mirtes. “Chega, minha mãe”, diz Aranha. “Vamos nos concentrar no caso do padre”, emenda Machado. O delegado levanta e ajeita as calças, cobrindo o pedaço da calcinha que estava à mostra. “Não quer que eu lavre o boletim de ocorrência?”, pergunta ele. “Quero é voltar para a minha igreja!”, diz o padre. “Então está liberado”, fala o médico.

O padre tenta se levantar, e Maltoni corre até ele para ajudar. Os dois saem, e o Padre capengando. “E eu, delegado, o que faço?”, pergunta Peçanha. “Está dispensado”, diz Machado. Peçanha sai. O Delegado também vai sair, e Mirtes o leva até a porta. “Lembranças à Cássia. Diga a ela pra não faltar à missa de amanhã”, avisa, referindo-se à mulher dele, Rita de Cássia (Flávia Alessandra).

“Pode deixar que eu dou seu recado”, diz ele. O delegado vai embora, e Mirtes fica parada no portão de casa, olhando para o traseiro dele. E logo resmunga. “Aquilo não era uma cueca nem aqui, nem na casa de Belzebu! Ah, mas vou descobrir o que tem debaixo daquelas calças... Ou não me chamo Mirtes Aranha, a guardiã da moral e dos bons costumes desta cidade”, afirma.



Veja Também