Êta Mundo Bom!: O reencontro de Candinho e Filomena

Caipira ajuda a moça após ela ser destratada por Ernesto e a leva para se acalmar em sua casa


  • 29 de abril de 2020
Foto: Globo/João Cotta


Após ser agredida por Ernesto (Eriberto Leão), Filomena (Débora Nascimento) está caída no chão em frente ao Taxi Dancing. Candinho (Sergio Guizé), que estava ali por perto com Pirulito (JP Rufino), corre para ampará-la. “Moça, moça, eu lhe ajudo... Você tá bem? Machucou?”, quer saber ele. Mas ao encarar a jovem, Candinho fica atônito. Filomena também parece incrédula. “Candinho”, diz ela. “Filó”, fala ele.  

Os dois se olham encantados. “É você mesmo, Candinho?”, fala ela. “Claro que sou eu, Filó... Você machucou? Quem era o ladrão?”, fala ele, querendo ir atrás. “Pior que ladrão... Me ajuda?”, pede ela. “Você inté tá falando igual ao povo da cidade”, constata ele. “A vida não é nada que deveria ser, Candinho”, diz. “Ô Filó, eu tô aqui, eu protejo ocê”, promete ele.

O rapaz percebe que ela está muito nervosa. “Você está tremendo que nem vara verde... Vem comigo. Você vai dormir lá onde eu moro. Eu sei que você precisa agora é  de um amigo que lhe dê carinho”, fala. Ela aceita. “Eu vou, assim eu não encontro aquele homem que só quer brigar”, diz. Candinho fica fora de si. “Que homem que é esse? Eu dou nele...”, avisa. “Não importa”, fala ela, que acalma o rapaz e o acompanha.

O caipira a apresenta a Pirulito e segue com ela, de braços dados, para a sua casa. Lá, ele a leva até o quarto e diz que ela pode dormir na cama dele. Filomena começa a tirar o cinto, e ele se assusta. “Pera, pera, Filó, doida. Pera eu sai para você ficar a vontade. Eu vou dormir na sala mais o Pirulito”, diz. Ele sai e se despede. “Você, dorme com os anjos”, fala. Assim que ele sai, Filomena começa a chorar.

PANCRÁCIO JOGA ÁGUA FRIA EM CANDINHO: “FILÓ NÃO SERVE MAIS PRA VOCÊ”

De manhã cedo, ele conta, empolgado para Pancrácio (Marco Nanini) que reencontrou Filó. “Ela é bonita que só vendo”, diz Pirulito. Filomena chega e cumprimenta o professor. Ele a observa e diz que ela está diferente no vestir, no andar e até no falar. “Pra melhor ou pra pior?”, quer saber ela. “Se é melhor ou pior, você é quem  deve saber”, afirme ele. A jovem fica sem graça.

Eles tomam café e Filomena conta que trabalha no Taxi Dancing. “O senhor me entende”, diz ela. “Eu deduzi que seria algo assim”, fala Pancrácio, sob o olhar de Candinho, que não entende nada. “Táxi não é aquele carro, de alugar?”, pergunta o caipira. O professor explica que Taxi Girl é a moça que trabalha num lugar para dançar. “O homem tira a moça para dançar e paga pela dança”, fala. Candinho ri. “Eu sempre dancei de graça nas festas... E os homens aqui pagam para dançar?”, fala.

Ela lembra que dançam como se fosse uma festa a noite toda. “Mas eu sou paga para dançar”, conta ela. Filomena, então, avisa que precisa ir embora. Candinho tenta impedi-la, mas ela se despede. “Agradeço a sua ajuda, eu já tô bem”, fala. Ela sai, e Candinho fica desolado. Ele corre até a porta e grita. “Filó, foi muito bom que nós se encontremo, agora você sabe onde eu moro, eu trabalho na praça vendendo pipoca... E eu gosto muito, muito, de ocê”, diz

O rapaz retorna à sala, empolgado. “Vocês viram? Tudo o que acontece na vida da gente é pra meiorá, porque se eu não tivesse sido expulso da pensão, nóis não tinha encontrado o senhor, não tinha carrinho de pipoca... E não achava a Filó”, constata. Nisso, Pancrácio se aproxima dele. “Candinho, a Filó não serve mais pra você”, diz, deixando o rapaz sem entender...  

Êta Mundo Bom!: Anastácia descobre que o seu filho está vivo

Êta Mundo Bom! Veja os personagens da trama que estará no Vale a Pena Ver de Novo



Veja Também