Espelho da Vida: Margot vê quadro de Danilo e diz ser seu filho

Viúva fica comovida, e Vicente fala que um dia ela vai entender tudo e se alegrar


  • 10 de dezembro de 2018
Foto: Reprodução Globo


Está cada vez mais próximo o momento de Margot (Irene Ravache) descobrir o que realmente aconteceu com o seu filho, Pedro (Rafael Cardoso), desaparecido ainda criança. A viúva passa mal ao ver o retrato de Pedro pequeno num dos quadros enviados para o filme Amor Imortal.

E seu falecido marido, Vicente (Reginaldo Faria), observa tudo o que está acontecendo, até porque foi André (Emiliano Queiroz) que entregou o quadro de propósito no casarão. Essa sequência deve ser exibida a partir desta segunda-feira, dia 10 de dezembro.

Espelho da Vida: Alain é rude com Cris após flagrar beijo

Espelho da Vida: Cris se constrange ao saber que beijou Jorge

MARGOT VÊ QUADRO ORIGINAL DE DANILO CRIANÇA: “MEU DEUS, NÃO PODE SER! É O MEU FILHO, É O RETRATO DO MEU PEDRO”

Alguns quadros que chegam ao casarão para o filme Amor Imortal começam a ser desembrulhados. Todos ali, o diretor de cenografia Sérgio (Márcio Machado) e até Margot ficam encantados. “Estão fantásticos, reproduções perfeitas. Não é fácil fazer um trabalho desse nível através de fotografias de um livro”, diz Sérgio. “São perfeitos, estou impressionada!”, fala Margot.

Logo Marina (Ana Rios) avisa. “Ainda faltou um, gente, está ali meio escondidinho! Foi um senhorzinho que entregou”, conta. Sérgio vai abrir, e percebe que o papel é diferente dos outros. E a medida que vai sendo aberto, Margot vai empalidecendo. E logo a câmera mostra o motivo: trata-se do quadro de Danilo criança, o mesmo que estava na parede da casa de Hildegard, nos anos 30. “Meu Deus, não pode ser! É o meu filho, é o retrato do meu Pedro!”, diz ela.

Marina logo ampara Margot, extremamente comovida diante do registro. “É o retrato do meu filho, meu filho criança”, repete ela. “Uai, eu nem sabia que a senhora tinha filho!”, diz Marina. “Margot, olha só, esse menino não pode ser seu filho, o quadro é muito antigo. Inclusive parece que é original, não é uma reprodução, como os outros”, pondera Sérgio.

Gerson (Cosme dos Santos) pede para Marina buscar uma água para Margot. “Deve ser parecido com seu filho. Também não sabia desse filho! Que legal, onde ele tá?”, pergunta Sérgio. “Eu não sei, Sérgio, não sei”, responde a viúva, contida. “A Margot não gosta de falar nesse assunto, gente, eu sei porque a Dalva me contou. Guardei como segredo”, fala Gerson.

Margot bebe água e explica um pouco sobre a situação. "Meu filho sumiu há muitos e muitos anos. Não sei o que aconteceu com ele”, diz. “Eu sinto muito, Margot... muito mesmo! Caramba...”, diz Sérgio. “Esse quadro, quem trouxe, Marina? Você disse que não veio com os outros”, pergunta ela. “Foi um senhor simpático, um velhinho”, diz Marina, deixando Margot ainda mais consternada.

VICENTE OBSERVA TRISTEZA DE MARGOT: “NÃO FIQUE ASSIM, MARGOTINHA, UM DIA VOCÊ VAI ENTENDER E SE ALEGRAR, QUERIDA”

Logo, Sérgio diz que deve ser o dono do Antiquário. “Pedi que se ele descobrisse alguma obra do Danilo ou da Hildegard mandasse pra cá!”, explica ele. “Ele, esse senhor, não disse o nome dele, Marina?”, insiste Margot. “Não, só pediu para eu entregar no casarão”, fala ela. “Está assinado pela própria Hildegard, é fantástico, se for original é uma preciosidade! Cara, eu estou chocado passado, feliz!”, festeja Sérgio.

“Quem será esse menino tão bonito, seu Sérgio? Parece até um princepezinho!”, pergunta Gerson. “Pode ser o Danilo, nosso personagem principal, filho da pintora! Seu filho deve ter sido uma criança linda”, diz ele para Margot. “Muito, muito linda. Eu fiquei impressionada com a semelhança, é claro que não podia ser meu filho. Desculpem meu descontrole”, fala ela, que logo avisa que vai subir para o seu quarto.

Lá, a viúva pega o retrato de Pedro. “Ah, meu filho, que mistério é esse, Pedro? Como você pode ser tão parecido com o Danilo? A Hildegard também teve um filho igual a você? O que isso significa?”, quer saber ela. Nisso, uma câmera mostra que Vicente chegou ali perto dela. “O que eu fiz pra que você fosse separado de mim tão pequeno? (ela olha em volta) Vicente, queria tanto que estivesse aqui pertinho, que me explicasse”, implora ela.

Vicente coloca as mãos no ombro da amada. “Tanto tempo e a saudade continua viva, os dois continuam vivos dentro de mim”, fala ela. “Não fique assim, Margotinha, um dia você vai entender e se alegrar, querida”, diz Vicente, mas essa fala só o público ouve, Margot, não. Depois a câmera já mostra Vicente no interior de uma igreja conversando com André. “O quadro do menino foi entregue. Está feito”, diz André. “Queria poder revelar porque ele chegou nas mãos dela. Queria secar as lágrimas da minha mulher”, fala Vicente.

“Há um caminho a seguir. Você me diz isso sempre”, reflete André. “Agora sei de coisas que antes me deixavam intrigado. Vontade de dizer a Margot que apesar do sofrimento de agora, existem outras forças atuando em nosso favor”, lembra Vicente. “Tudo acontece exatamente quando deve acontecer. Não sou eu que digo, é o velho Einstein!”, ri André.



Veja Também