Ti Ti Ti: Renato bebe demais e beija Marcela à força. Ela se enfurece e toma decisão!

O rapaz lembra que, ao contrário de Edgar, que já está em outra, ele nunca saiu do lado dela


29 de julho de 2021

Foto: Reprodução Globo

Renato (Guilherme Winter) já não aguenta mais ver Marcela (Ísis Valverde) sofrendo por Edgar (Caio Castro), em Ti Ti Ti. Certa noite, ele bebe demais e praticamente invade o quarto da mãe de seu filho. “Tá com dor de cabeça, é, por causa do Edgar?”. A moça leva um susto e diz para ele falar baixo para não acordar Paulinho. Ele pergunta se ela sabe como ele se sente cada vez que ela se tranca no quarto para chorar por outro homem. “Renato, você bebeu?”, quer saber ela.

Nisso, ele se aproxima dela, agressivo. “Você é minha mulher”, fala ele, empurrando-a contra a cama. Marcela pede para ele soltá-la. “Eu não vou dividir você com outro homem, eu não suporto mais essa situação. Eu te amo, Marcela. Você é minha”, grita ele, que beija a jovem à força. A moça tenta se desvencilhar. “Me solta!”, berra ela, que consegue empurrar o ex. Já com os dois de pé, ele ainda a segura, com um olhar de fúria. E Marcela o olha, temerosa. “Não faz isso, não faz isso”.

Foto: Reprodução Globo

MARCELA TOMA DECISÃO E DIZ QUE A PARTIR DAQUELE MOMENTO, SÓ FALARÁ O NECESSÁRIO COM RENATO SOBRE PAULINHO E A EDITORA

Nesse momento, Paulinho acorda e chora. Ela pede para ele sair do quarto dela. “Renato, sério, se você não sair daqui agora, eu vou aprontar um escândalo. Sai daqui”. Renato sai, e Marcela chora, desesperada. O rapaz entra no quarto dele e cai em si. “O que foi que eu fiz, meu Deus do céu?”. No outro dia, o rapaz está sentado diante do pai no café da manhã com uma cara estranha. Giancarlo (Mauro Mendonça) pergunta se algo aconteceu. Ele fala que não. Nisso, Marcela surge. “Renato, a gente precisa ter uma conversa definitiva”, avisa.

Assim que fica a sós com ela no quarto, ele pede perdão pela noite anterior. “Eu estava alterado”. Marcela se vira para ele. “Renato, o que você fez ontem era motivo para eu arrumar as minhas coisas e ir embora. Nosso acordo era de morar na mesma casa, sem nenhum contato físico, você lembra?”. Ele se desculpa novamente e fala que isso não vai se repetir. Marcela continua falando. “Eu tentei ser sua amiga, mas você viu no que deu. Então de agora em diante, é cada um para o seu canto. Eu quero que você fale o estritamente necessário comigo sobre o Paulinho ou sobre a revista”.

Foto: Reprodução Globo

RENATO DIZ QUE ENQUANTO EDGAR NÃO SEGUROU A ONDA, ELE NÃO SAI DO LADO DELA. “SE VOCÊ ACHA QUE É PROVA DE FRAQUEZA, EU SOU UM FRACO”

A jovem afirma também que se ele passar novamente dos limites, pegará suas coisas e o seu filho e irá embora. Renato pede para ela se colocar um pouco no lugar dele e imaginar como ele se sentiu ao ver ela subir para o quarto e chorar por outro homem. “Eu te amo, Marcela, eu sou homem”. Ela fala que ele é um fraco e estúpido. “Não, fraco é o Edgar, que não segurou a onda e já está com outra. Enquanto eu, tô aqui, segurando firme, esperando você me dar uma chance e mudar de ideia”.

Ela pergunta se ele acha que ela mudará de ideia após o que aconteceu na noite anterior. Ele insiste que foi uma atitude desesperada de um homem apaixonado. “Mas fica tranquila, eu vou respeitar o nosso acordo e tudo mais que você quiser”. Ela diz que espera isso. “Mas eu continuo aqui, esperando você me dar uma chance. E se você acha que isso é prova de fraqueza, então eu sou um fraco”, fala ela, que deixa o quarto.