Império: Maurílio é preso e acontece a revelação da identidade de seu pai... Silviano

O ex-mordomo está envolvido no roubo do cofre de José Alfredo e nas tentativas de assassinato dele


12 de outubro de 2021

Foto: Reprodução Globo/Montagem

Nos próximos capítulo de Império, há uma grande revelação: Silviano (Othon Bastos) é pai de Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) e foi responsável pelo roubo de todo o dinheito de José Alfredo (Alexandre Nero) e as tentativas de assassinato. Tudo acontece após a cilada armada pelo comendador, que acaba na prisão do bandido. Na ocasião, um carro sai em disparada.

José Alfredo tem certeza que o motorista do veículo era Fabrício Melgaço. Para a polícia, Maurílio conta que quem dirigia o carro era o camelô Marcão (Joe Ribeiro), contratado para a ação. Mas logo após essa sequência, suspeitos de serem o rival do comendador, aparecem voltando para a casa. São eles: Silviano, Merival (Roberto Pirillo), Antoninho (Roberto Bonfim) e Manoel (Jackson Antunes).

SILVIANO LEMBRA COMO DESCOBRIU A SENHA DOS COFRES DE JOSÉ ALFREDO: “GRAÇAS AOS DESCUIDOS DAQUELE COMENDADOR ‘SHIT’”

Na delegacia, Maurílio diz que precisa do seu celular para fazer uma ligação e pedir um advogado. O delegado manda buscar o aparelho e sai da sala. “Se vocês estão pensando que vou ficar mofando por aqui, estão muito enganados”, diz o pilantra. Em seguida, um policial entrega com o celular a ele. E ele liga. “Que que você tá fazendo que não me tirou daqui ainda? Cuida logo disso que eu já estou cansado de esperar nessa delegacia imunda”. Instantes depois, Silviano bate na porta de Merival. “Acho que chegou a hora de termos uma boa conversa”.

O papo entre eles não é mostrado. Mas momentos depois, o advogado chega na delegacia. “Tava te esperando para me tirar daqui”, fala Maurílio. Merival diz que só foi até lá tomar conhecimento da causa para poder tomar as providências. Nisso, Merival conta que, antes de conversarem, tem uma pessoa que faz questão de falar antes com ele. “O seu pai”. O advogado abre a porta e surge Silviano. Ele se aproxima do filho, Maurílio levanta, o olha e dá um sorrisinho. “Pai”. E os dois se abraçam.

Quando ficam a sós, Maurílio diz que Merival pode ser um problema para eles. Silviano o tranquiliza. “Nós já tivemos tantos e conseguimos resolvê-los”. Mas o bandido lembra que agora é um outro momento. “Ele sabe que eu sou seu filho, sabe muito coisa sobre nós dois. Você não acha que pode nos atrapalhar?”. O ex-mordomo fala que é um caso excepcional e afirma ter certeza que Merival ainda será de grande utilidade para eles. “Um homem inundado de ódio é capaz de ir às últimas consequências contra aquele que o deixou nesse estado. Nesse caso, o comendador é o nosso inimigo em comum”.

Silviano lembra que no caso da prisão, ele também poderá auxiliar muito. “Com a sua ajuda eu sei que ele consegue, pai. O senhor sabe lidar com as dificuldades como ninguém”. Nessa hora, o bandido abre um sorriso. “Aliás, o senhor driblou a polícia com aquela manobra radical sem deixar rastros... Meu pai, o senhor é um ás no volante e nunca me falou nada”. Nesse momento, fica comprovado que Silviano dirigia o carro da tentativa de homicídio contra Zé Alfredo.

O ex-mordomo ri. “A ocasião faz o ladrão. Não esqueça que já dirigi insone e bêbado nas curvas sinuosas de Mônaco. Foi lá que eu aprendi essa manobra”. Maurílio fica sério. “Onde esbanjou todo o seu dinheiro no Cassino, né, pai?”. Silviano diz que agora recuperou tudo e em dobro. “Graças aos descuidos daquele comendador shit”, fala, lembrando que durante todos os anos que trabalhou com a família, Zé abria e fechava o cofre várias vezes na frente dele.