Império: Cora faz chantagem, vê a “pistola” de José Alfredo e acaba amordaçada por bandidos

A pilantra tira foto do comendador “vivo” e pede em troca para ele levá-la para a cama, mas algo dá errado


07 de setembro de 2021

Foto: Reprodução Globo

Cora (Marjorie Estiano) por pouco não realiza o sonho da sua vida de ir para a cama com José Alfredo (Alexandre Nero), em Império. Ela segue Cristina (Leandra Leal) e descobre o novo esconderijo do comendador. Assim que a jovem deixa o apartamento, a pilantra aperta a campainha e Zé abre a porta, pensando ser a filha. Cora dá um beijo na boca de Zé e depois morde ele para ter certeza que não é assombração. O empresário a empurra e a chama de louca.

Os dois discutem, até que Cora tira uma foto dele com o celular e começa a chantageá-lo. Enquanto isso, Maria Ísis (Marina Ruy Barbosa), que recém saiu do banho, ouve a gritaria e vai até a sala. Ela parte para cima de Cora. Zé pede para as duas pararem. A pilantra fala que se ele levá-la para a cama, ela não conta nada a ninguém. “Eu já não me controlo mais só te olhar para o seu corpo, eu fico molinha, derretida, eu me entrego inteira pra você”.

Foto: Reprodução Globo

CORA FICA CHOCADA E TÍMIDA AO VER A “PISTOLA DE DIAMANTE” DO COMENDADOR

Sem saída, Zé diz para ela ir para o quarto. “Não acredito, Zé. Você vai se espojar com essa víbora, ainda mais na nossa cama?”, diz Ísis, indignada. Cora se joga no sofá, fogosa e não para de falar, entusiasmada. Ísis dá um tapa na cara da tia de Cristina. “Cala a boca sua vadia. Faz logo o serviço nela. Vê se não demora, Zé”. Cora faz cara de vitoriosa. “Vem, meu amor, me leva pra cama, eu sou toda sua”, diz Cora. A sós com a vilã, o comendador abaixa a calça. Cora se mostra chocada e sorri. “Ai, meu Deus, o que que os meus olhos estão vendo. Que que é isso aí?”.

Zé diz imaginar que ela nunca tenha visto, mas que já deve ter ouvido falar em aula de biologia. “Assim ao vivo, não. Me explica, isso é uma pistola de diamante ou é a sua alegria em me ver”. O comendador fala que nenhuma das duas opções. Cora fala que está chocada. Zé pergunta se ela não vai tirar a roupa. “Eu? É...”, diz ela, em jeito. “Que foi? Eu fiz de tudo, você armou essa confusão inteira para a gente chegar no lesco-lesco e agora vai me dizer que tá tímida?”.

Foto: Reprodução Globo

JOSÉ ALFREDO, ÍSIS E JOSUÉ CONSEGUEM FUGIR DE BANDIDOS, MAS CORA É RENDIDA JUNTO COM BATISTA

Cora fala que não, mas confessa ter ficado com as pernas bambas. “Eu não imaginei que isso fosse acontecer agora. Acho que eu não me preparei psicologicamente”. Nesse momento, Josué (Roberto Birindelli) entra e acaba com a festa, dizendo que se ela não tá preparada, é melhorar esperar por outra hora. Cora fica indignada e acusa Zé de armar tudo. “Mas tudo bem... Eu desisto por enquanto. Só não esquece que eu ainda tenho aquela foto”, diz ela, que sai. Quando chega na portaria, ela vê Batista (José Negreiros) rendido por bandidos. “É essa mulher que tava no apê da ruiva?”, pergunta um deles.

O porteiro confirma. Cora também é rendida e fica sob a mira de revólver. Os homens, mandados por “Fabrício Melgaço” após Maurílio (Carmo Dalla Vecchia) descobrir que o comendador poderia estar no apartamento de Ísis, sobem com Cora e Batista. Mas ao entrarem no local, Zé, Ísis e Josué já haviam saído pelos fundos. Kelly (Lidi Lisboa) chega e vê os dois no chão, com a mãos amarradas, e o apartamento todo revirado. Ela liga para Ísis, que logo entra em contato com o comendador, avisando que querem matá-lo.

Foto: Reprodução Globo

Foto: Reprodução Globo