Haja Coração: Shirlei chora ao ser mais uma vez renegada por Adônis

Apolo consola a jovem após novo constrangimento provocado por Carmela


21 de novembro de 2020

Foto: Reprodução Globo

Preocupados com o sumiço de Tancinha (Mariana Ximenes) e a prisão de Francesca (Marisa Orth), Apolo (Malvino Salvador), Adônis (José Loreto), Shirlei (Sabrina Petraglia) e Carmela (Chandelly Braz) vão com o caminhão a várias delegacias. “Cê devia era ir na casa daquele Beto!”, sugere Adônis. Apolo, claro, não curte a ideia. “Imagina se a Tancinha ia estar na casa do playboyzinho! Só espero que ela não esteja numa encrenca maior que a da Dona Francesca”, fala o motorista. Nisso, Carmela solta seu veneno. “Que vergonha, viu... Depois do Giovanni e da Tancinha, até a mãe foi em cana! Depois eu que sou a ovelha negra da família!”, diz.

Shirlei, que está no banco do caminhão entre Adônis e Carmela, intervém. “Ninguém disse que você é a ovelha negra da família, Carmela!”. A invejosa provoca Shirlei. “Falou a protegida da mamãe”, diz. A faxineira fala que não sabe de onde a irmã tirou essa ideia de que ela é protegida. “Se você não é protegida da mamãe, quem é? Eu que não, né?”, rebate a jovem, irônica. Apolo pede para as duas não brigarem. Nisso, Adônis pega a mão de Carmela, passando por cima de Shirlei, que murcha, mas não fala nada. “Fica nervosa não, gata. Pra mim cê é a ovelhinha mais linda da vila”, afirma.

O rapaz “171” beija a mão de Carmela. Shirlei reage, triste. Até que a irmã a provoca mais ainda. “Dá licença, Shirlei, pula pro lado, vai... Me deixa ficar do lado do Adônis... Tô precisando de um chamego”, diz. A doce jovem não cria problema e troca de lugar rapidamente com a irmã. “Querem parar cês dois? Isso é um caminhão, não é motel, não”, avisa Apolo. Adônis faz sinal para Carmela não ligar para o que o irmão disse, e ela dá um selinho nele. Shirlei tenta disfarçar, mas Apolo percebe que ela está chateada.

Já na frente de uma das delegacias, Apolo avisa que não sabem de Tancinha. “Será que a Tancinha foi mesmo presa, hein?”, fala Shirlei. “Se não foi, onde ela tá?”, diz Apolo, que logo saca o sumiço de Adônis e Carmela. “Onde eles estão?”. A moça conta que viu eles até pouco tempo. “Peraí que eu vou olhar...”, fala. Shirlei caminha um pouco, até que vê Adônis e Carmela se beijando atrás do caminhão. Os dois não veem a moça e continuam os amassos, rindo. Os olhos de Shirlei se enchem de água. E quando vira, dá de cara com Apolo, que a puxa para o lado. “Liga pra esses dois, não...”, fala ele.

A jovem disfarça e diz que não está ligando. “Tô nem aí... Que sejam felizes...”, fala ela, que deixa cair uma lágrima. Afetuoso, Apolo limpa. “O Adônis não é o único homem do mundo. Tá cheio de cara bacana por aí querendo conhecer uma garota linda como você”, diz ele. Shirlei abre um sorriso, tímido. Até que Apolo se aproxima de Carmela e Adônis e acaba com a pegação. Carmela olha para Shirlei, vitoriosa.

Haja Coração: Camila e Giovanni reatam e têm a primeira noite de amor

Haja Coração: “Príncipe” Felipe coloca sapato ortopédico perdido no pé de Shirlei