Gênesis: Raquel vê o noivo Jacó nu na cama com Lia no dia do próprio casamento

Após ter sido mantida presa pelo pai durante cerimônia, a jovem surta e acusa o rapaz e a irmã de traição


21 de julho de 2021

Foto: Reprodução Record TV/Montagem

Se os dias da arredia Raquel (Thaís Melchior) já não eram fáceis, a jovem levará um baque e tanto nos próximos capítulos de Gênesis. Depois de ser mantida presa pelo pai, Labão (Heitor Martinez), no dia do próprio casamento, quando acorda, ela leva um choque. “O que fez comigo? Me deixou trancada na noite do meu casamento! Por quê? Por quê?”, berra ela, ainda vestida de noiva e descabelada.

Labão fala, em tom alto, para a filha se acalmar. “Onde ele tá? Cadê o Jacó?”, quer saber ela. Nisso, Labão lhe dá a terrível notícia. “Sinto muito. Jacó não vai ser mais o seu marido, Raquel”. A jovem paralisa, dá um uns passos para trás, quase sem conseguir se manter em pé, tamanho o choque. Labão diz que irá explicar. Mas Raquel não quer ouvir. “Mentira... Mentiraaaaaaaa!”, grita ela, que sai dali correndo, atordoada.

RAQUEL ENTRA NA TENDA E VÊ O NOIVO E LIA NUS DEBAIXO DE MANTAS: “ME TRAINDO NO DIA DO NOSSO CASAMENTO, JACÓ?

Já na tenda de Lia (Michelle Batista), ela ainda dorme, sobre o peito de Jacó (Miguel Coelho), após noite de amor. Os dois estão nus, cobertos por mantas. Até que Jacó começa a despertar, confuso. “Ai... Minha cabeça...”, fala. Lia também acorda. “Bom dia, meu amor. Tá passando mal?”, pergunta. Ele se desculpa. “Bebi demais ontem, Raquel...”, diz. Lia mostra-se surpresa e temerosa. “Raquel? Mas... Não sou minha irmã...”, pondera ela. Jacó se vira e se assusta muito quando vê Lia ao seu lado na cama. O rapaz quase pula para sair correndo, mas lembra que está nu. “Lia? Que é isso? Cadê minha mulher?”.

A jovem se assusta e pergunta se ele não lembra do que aconteceu entre os dois na noite passada. Jacó fica apavorado. Ele conta que lembra da festa e que o trouxeram até a tenda. “Mas não era você! Foi com a Raquel que eu me casei!”, fala ele. Lia mostra-se arrasada. Mas antes que consiga dizer qualquer coisa, Raquel surge ali e se enfurece ao ver os dois debaixo da manta. “Mas o que significa isso?”, fala ela, estarrecida. Jacó está atordoado. “Raquel! Eu não sei! Acordei agora e...”, tenta se explicar ele, que é cortado pela moça. “Me traindo com ela no dia do nosso casamento, Jacó?”.

LABÃO DESCONVERSA QUE NÃO PODERIA DEIXAR RAQUEL SE CASAR ANTES DE LIA, SUA PRIMOGÊNITA, PORQUE SÃO REGRAS EM PADÃ-ARÃ

Lia pede para a irmã ter calma e fala que não teve culpa. “Não se faça de sonsa! Armou isso com o pai, né? Me prenderam pra você se deitar com meu homem!”, acusa. Jacó fala que está tão espantado quando ela. “Achei que a gente tinha passado a noite juntos!”, diz. Furiosa, Raquel enche Jacó de desaforos. “Cínico! Mentiroso! São dois imundos! Ela me rouba o marido e você tá aí, pelado! Aceitou sem reclamar!”. Mesmo em desespero, nem Jacó, nem Lia conseguem deixar o leito, constrangidos, protegendo a nudez. Nisso, Labão entra na tenda e ordena que Raquel pare de gritar.

A jovem avisa que não tem como ficar calma, afinal, esperou sete anos até colocar o vestido de noiva e ter sua festa de casamento. “Mas, no fim das contas, foi pra essa irmã traiçoeira tomar meu lugar!”. Labão pede para ela parar com escândalo. “Essa foi uma decisão minha e você tem que acatar!”. Raquel deixa a tenda, furiosa e aos prantos. Instantes depois, Jacó pergunta o motivo de ter sido enganado por Labão. “Aqui em Padã-Arã, não se entrega a filha mais nova antes da primogênita. Lia precisava casar antes de Raquel. Por isso tomei essa decisão”, diz ele, diante de um Jacó atônito, ainda sem saber que foi dopado.