Família é Tudo: Exclusivo! O primeiro beijo de Electra e Murilo é explosivo após maior prova de amor do rapaz

O advogado incrimina a si próprio para livrar a amada de ir novamente para a cadeia


11 de julho de 2024 01h30

Foto: Reprodução Globo/Montagem

Por Luciana Marques

Nos próximos capítulos de Família é Tudo, acontece o tão esperado primeiro beijo de Electra (Juliana Paiva) e Murilo (Henrique Barreira).

E ocorre depois de várias surpresas românticas do advogado, de serenata a jantar no rooftop do prédio da Mancini Music. Aqui no Portal ArteBlitz, a gente conta tudo com exclusividade.

Murilo assume ser dono da droga encontrada na bolsa de Electra para evitar nova prisão injusta da amada

No dia em que Electra vai até uma comunidade carente para dar aula de dança, Jéssica (Rafa Kalimann) arma mais uma vez contra a mocinha. Ela contrata uma moça para colocar droga na bolsa da jovem. Durante uma blitz, a polícia encontra o pacote e Electra é levada presa num camburão. Murilo chega naquele momento e se desespera. Já na delegacia, enquanto ela aguarda para ser ouvida pelo delegado, o advogado mostra-se nervoso. Ele sabe que o fato de ela já ter sido condenada pode complicar ainda mais sua situação.

Num ímpeto, o rapaz chama o policial e assume que ele colocou a droga na bolsa de sua amiga. Electra é liberada, sem entender nada. Quando se dá conta do que Murilo fez, ela fica indignada. Assim que sai da sala do delegado, ele conta que está tudo bem e que responderá ao “crime” em liberdade. Quando chegam ao casarão, Electra avisa que não deixará ele fazer isso e que podem provar que armaram contra ela. Electra chama um táxi para voltar à delegacia, mas Murilo a impede de ir. Ele a puxa e os dois ficam cara a cara. “Cê não pode estragar a sua vida por minha causa!”, diz ela.

Após prova de amor de Murilo, Electra se declara. “O que será de mim sem você? Também te amo”

Murilo afirma que para ele faz todo o sentido, porque não ia suportar vê-la sofrendo de novo, trancada numa cela. “Isso eu nunca vou permitir”. Emocionada, ela diz que ele não sabe o inferno que é uma cadeia e que não quer isso para ele. Ainda segurando-a, o rapaz diz não se importar com o que pode acontecer com ele e que o seu desejo é vê-la bem e segura. “Electra, será que cê ainda não entendeu? Eu faço qualquer coisa por você. Eu te amo demais pra deixar isso acontecer”. Com lágrimas nos olhos, a jovem o surpreende. “E eu, Murilo? O que vai ser de mim se você for preso? O que eu vou fazer sem você? Murilo eu...”, diz ela, que hesita.

Ele questiona o que ela quer falar. Electra não segura as lágrimas e, finalmente, se declara. “Eu também te amo. Não quero te perder”. Delicadamente, ele enxuga as lágrimas da amada. “Cê nunca irá me perder, meu amor”.  Emocionados, eles se entregam ao tão aguardado primeiro beijo, intensos, apaixonados. Instantes depois, ainda com os rostos colados, Murilo é a felicidade em pessoa. “Cê não sabe o quanto esperei por esse momento”. Electra brinca que sabe sim, anos e anos. “Mas ainda bem que cê esperou. Eu tô tão feliz aqui com você”, diz. O rapaz afirma estar explodindo por dentro. “Cê é tudo pra mim. Sempre foi”.