Cara e Coragem: Pat se morde de ciúmes de Moa com mulher que pode ser peça-chave na morte de Clarice

Junto com Ítalo, a dupla descobre pista importante para o grande mistério da trama


10 de junho de 2022

Foto: Reprodução Globo/Montagem

Por Luciana Marques

Nos próximos capítulos de Cara e Coragem, Pat (Paolla Oliveira) não conseguirá esconder que seu sentimento por Moa (Marcelo Serrado) é mais do que amizade. E isso acontece quando uma mulher, a atriz Andrea Pratini (Maria Eduarda de Carvalho), surgir como possível peça-chave no misterioso desaparecimento de Clarice (Taís Araújo). Tudo começa quando Ítalo (Paulo Lessa) lembra para Pat e Moa que há um cofre no escritório de Clarice, onde pode ter alguma pista sobre o desaparecimento dela.

Impetuosos, os três resolvem invadir a Siderúrgica Gusmão, escondidos. Numa cena cheia de ação, eles entram na fábrica debaixo de um caminhão. Ítalo aproveita o seu conhecimento da empresa para driblar a segurança. Ele consegue desligar as câmeras, surpreendendo até os parceiros com sua habilidade. Quando Ítalo está entrando na sala da presidência, ele paralisa ao ver que tem gente lá. Naquele exato momento, Rico (André Luiz Frambach) está reunido com Martha (Claudia Di Moura).

O rapaz aproveita que a sua família é próxima aos Gusmão e apresenta para a matriarca um projeto para tentar conseguir patrocínio da SG para a empresa que quer abrir com Pat, Moa e Ítalo. Mas como o jovem não sabe de nada sobre a investigação, assim que o vê, Ítalo faz sinal para ele ficar quieto e sair. Rico entende e consegue tirar Martha da sala. Nisso, Moa e Pat também entram. Logo, eles conseguem abrir o cofre. Além de uma papelada, o que chama a atenção deles é uma foto.

No registro, há um grupo de mulheres com Clarice, todas vestindo um terninho laranja. Detalhe: é a mesma roupa que ela usava no dia de sua morte. O trio fica intrigado. Eles registram alguns documentos e pegam a foto. Sem alternativa, contam depois para Rico toda a história, desde a reunião com Clarice para encontrar a pasta com a fórmula, até a investigação sobre a morte. O jovem comenta que seus pais eram muito amigos da família de Clarice. Ele tem a ideia de convidar os futuros sócios para os seus pais conhecerem.

 

Em sua casa, enquanto mostra da infância para os amigos, ele coloca junto o registro de Clarice com as mulheres. E pergunta a sua mãe se ela sabe algo sobre a foto. Teca (Raquel Rocha) fala que não, mas diz que, além de Clarice, reconhece na foto a atriz Andrea Pratini. No dia seguinte, Pat e Moa são contratados para um trabalho. Coincidentemente, Andrea Pratini está no set e a cena de ação será com ela. Pat e Moa, discretamente, combinam de tentar tirar alguma informação da estrela sobre a foto. Andrea mostra-se bastante simpática com Moa. Já com Pat...

 

A atriz logo avisa que não precisará de dublê, já que ela própria fará a cena de ação com Moa. Além de perder o cachê de que tanto precisava, Pat saca na hora o interesse de Andrea por Moa. Durante a gravação, ela fica cheia de amores pelo dublê. Pat não esconde seu ciúme, mas, como sempre, não pode demonstrar esse sentimento secreto pelo parceiro. E para conseguir as informações de que tanto precisa, Moa fará um “esforço” e corresponderá à aproximação de Andrea. Tanto que os dois acabarão se envolvendo.