A Força do Querer-Ivana sofre com rejeição de Joyce: “Não me vira as costas, sou seu filho”

Jovem pede para a mãe escolher um nome masculino para ele, mas a socialite não aceita


08 de janeiro de 2021

Foto: Reprodução Globo/Montagem

Apesar de ter se encontrado ao se descobrir trans, Ivana (Carol Duarte) sofre com o preconceito, não só de desconhecidos, mas da própria família. Morando um tempo na casa de Nonato (Silvero Pereira), ela visita a família. Ao entrar no quarto dos pais Joyce (Maria Fernanda Cândido) se surpreende com o visual cada vez mais masculino de sua “princesa”. Ivana quebra o silêncio. “Mãe... Eu queria que você escolhesse um nome pra mim!”, pede ela. Joyce não responde, só chora. Ela pergunta se a mãe escutou. “Eu já escolhi um nome pra você: Ivana!”, afirma a socialite.

Ivana olha para a mãe. “Um nome pra... agora!”, diz. Joyce novamente não responde. “Quando você estava me esperando, se eu fosse um menino, que nome você tinha escolhido pra mim?”, pergunta. Joyce fala que nenhum. “Eu sempre soube que você seria uma menina! Sempre!”, garante. Ivana quer saber qual outro nome pensou quando esperou o Ruy. “Eu não esperei o Ruy, foi uma surpresa ter sido um menino: sempre esperei a Ivana! Desde criança eu sabia que ia ser mãe da Ivana...”, repete ela, doída. “A Ivana não nasceu, mãe...”, afirma. Joyce pergunta o motivo de a filha estar fazendo isso com ela. “Só estou querendo trazer você pra perto de mim, mãe...”, garante.

Foto: Reprodução Globo

Joyce fala que não, não querendo acreditar no que vê e ouve. Mesmo assim, Ivana encara a mãe e pede o apoio dela. “Eu estou nascendo de novo, não vira as costas pra mim, não me rejeita... Eu sou seu filho!”, fala. A socialite se emociona. “Eu não tive um filho, eu tive uma filha! O que é que e faço com tudo o que eu vivi com você, desde a hora que você nasceu até agora? O que é que eu faço com as suas fotografias?”, pergunta ela, em prantos. Joyce quer saber como pode querer convencê-la de que a Ivana nunca existiu. “Que o que existe é um menino que eu não pari, que não criei, que eu não conheço?”, fala.

Ivana se abala com as palavras da mãe. “Acho que eu vim na hora errada”, constata. Joyce pergunta se a filha não consegue entender o que ela sente e o quanto lhe dói tudo isso. “Você acha que não me dói também ver você assim? Não foi só você que foi enganada: eu também fui! E não estou aqui pra te agredir... Estou pedindo colo pra você, é muito difícil nascer sozinho!”, fala Ivana, triste. “É muito difícil... É impossível pra uma mãe apagar um filho da memória! Não morreu, não foi pra longe, simplesmente nunca existiu!”, fala Joyce, muito abalada. “Só pensa no que eu te pedi... pensa...”, pede ela, que ao sair, ganha colo de Zu (Claudia Mello), segunda Ivana, a única pessoa que ela ainda tem na família.

A Força do Querer: Jeiza ganha consolo de Caio após “traição” de Zeca e eles se beijam

A Força do Querer: Joyce se desespera ao ver o início da transição de Ivana