Daniel Satti: Pai de Carmen Carrilho em Carrossel comemora trama no catálogo da Netflix e filmes

Ator relembra sucesso do SBT que marcou uma geração e fala de desafio no cinema


06 de agosto de 2021

Foto: Bruno Matteo

Sucesso absoluto nos anos de 2012 e 2013 e reprisada algumas vezes, no SBT, a trama infanto-juvenil Carrossel marcou uma geração. A novidade agora é que a novela consta no catálogo da Netflix. O elenco, claro, comemora. Intérprete de Frederico Carrilho, pai da doce Carmen Carrilho (Stefany Vaz), na produção, Daniel Satti mostrou-se animado. “Fico muito feliz em saber que poderei ver mais uma vez esse personagem que foi muito marcante pra mim e também para muitas crianças e adultos. Amo o Frederico e a sua história de superação e amor pela família”.

Além de Carrossel, Satti poderá ser visto em dois longas, com previsão de lançamento para o segundo semestre deste ano. Em Amor, Confuso Amor, comédia e drama psicológico, escrito por JJ Salinas, ele vive o protagonista Jorge. Já em O Faixa Preta - A Verdadeira História de Fernando Tererê, trama baseada em fatos reais sobre o lutador pentacampeão mundial de jiu-jitsu Fernando Tererê (Raphael Logam), o ator faz um personagem de extrema importância na vida do lutador: Alexandre Paiva, conhecido pelo apelido de Gigi.

Carmen Carrilho (Stefany Vaz) entre os pais, Frederico (Daniel Satti) e Inês (Rennata Airoldi). Foto: Lourival Ribeiro/SBT

TRABALHAR COM O PÚBLICO INFANTIL 

“Trabalhar em uma produção desse porte, que conta com elenco formado por sua maioria de crianças, que hoje continuam a atuar e fazer bastante sucesso, foi uma experiência incrível, e a diversão era garantida no set.”

FREDERICO, UM HOMEM BOM, DECENTE, MAS INSEGURO NAS DECISÕES E COM VIDA PROFISSIONAL INSTÁVEL

“Essas características são bem presentes na população brasileira e isso facilitou na hora de compor o personagem. A construção foi baseada na observação da realidade em que boa parte da população vive. A conversa com pessoas que viviam com problemas conjugais por conta das dificuldades financeiras foi um dos nortes na criação desse personagem, que apesar de ter tantos desafios em sua vida não poderia ter uma carga dramática tão pesada quanto a vida real, pois era uma novela com uma temática mais leve. Vejo o Frederico como um exemplo de motivação, de que mesmo diante de tantas adversidades que a vida nos coloca, é possível encontrarmos um equilíbrio e revertermos o quadro de dificuldade. E que isso se torna superficial comparado ao sentimento real que envolvia aquela família de personagens, o sentimento maior e mais poderoso que é capaz de qualquer coisa no ser humano para mantê-lo unido ao seu próximo, o amor.”

GIGI, NO FILME O FAIXA PRETA – A VERDADEIRA HISTÓRIA DE FERNANDO TERERÊ

“Acho que esse filme vai mexer com o público e meu personagem tem uma grande, e importante missão nessa linda história de superação. O Gigi, além de mestre, participou da criação desse lutador, além de ter ficado ao seu lado sempre, incentivando e não deixou que ele desistisse do seu dom.”

Foto: Bruno Matteo