Gênesis: Lia surpreende e anima Jacó com notícia da gravidez e provoca fúria em Raquel

Ele abre um sorriso ao saber que a moça será mãe de seu primogênito e já passa a tratá-la melhor


28 de julho de 2021

Foto: Reprodução Record TV/Montagem

Um pouco depois de presenciar a felicidade de Jacó  (Miguel Coelho) no casamento com Raquel (Thaís Melchior), que dessa vez se consumará, Lia (Michelle Batista) está cabisbaixa, em Gênesis. Até que ela começa a cantar: “... Muitas vezes os Seus planos não consigo entender... Mas prefiro confiar sem compreender...”. A moça dá uma pausa e olha para o céu, depois volta a cantar.  “Eu creio em Ti... Eu creio em Ti... Eu olho pra Ti... E espero em Ti...”. Uma lágrima escorre do seu rosto de Lia, num misto de dor e fé. Solitária e sofrida, ela olha para Deus.

De repente, ouve a voz dele, que canta outra trecho da mesma canção. “Eu cuido de ti... Eu cuido de ti... Descansa em Mim... Comece a sorrir...”. Do ponto de vista de Deus, aparece o ventre de Lia. “Vi que Lia era desprezada e abri a sua madre...”. Dias depois, Jacó mima Raquel no desjejum. A moça disfarça, mas não mostra entusiasmo algum. Nisso, Lia aparece na entrada da tenda e pede desculpas por estar interrompendo algo. Irônica, Raquel fala que ela pode interromper. “Tenho todo tempo do mundo pro meu marido, o resto da vida...”, provoca.

LIA SE SENTE RADIANTE AO CONFIRMAR QUE SERÁ MÃE DO PRIMOGÊNITO DE JACÓ

Lia diz que há alguns dias tenta falar com Jacó e não consegue, por ele estar sempre ocupado. Ele pergunta se pode ser mais tardeNesse momento, a moça é firme. “Sinto muito, mas não posso esperar mais”. Raquel finge irritação, e Jacó fica sem jeito e pede para Lia falar. A moça abre um largo sorriso e anuncia: “Tô grávida!”. Jacó e Raquel ficam surpresos. Ele logo sorri, já Raquel contém a sua raiva. Jacó se levanta, emocionado, saindo de perto de Raquel e pergunta se Lia tem certeza. A moça fala que sim. “Meu período de sangue não vem há duas luas”.

Jacó estranha por eles terem se encontrado poucas vezes. Lia sorri. “Uma vez é o suficiente, Jacó. E aconteceu”. O rapaz fica meio bobo. “Eu vou ser pai! Vai me dar meu primeiro filho, Lia!”, comemora. “O primogênito...”, emenda Raquel, amarga, e com uma expressão fechada. Nisso, ela diz que essa gravidez é um risco. “Olha pra ela, Jacó. Magra desse jeito, parece uma tábua. Lia é fraquinha, sempre foi assim...”. Jacó repreende Raquel, mas a moça continua destilando seu veneno. “E acha que ela vai ser capaz de gerar um filho saudável? Ou mesmo sobreviver a um parto? Melhor não iludi-la...”.

JACÓ JÁ DEMONSTRA EXCESSO DE CUIDADOS COM LIA, PARA FÚRIA DE RAQUEL

Jacó e Lia ouvem aquilo, pasmos. Ele fica abalado, mas Lia se mantém firme. Raquel continua provocando. “Não me leva a mal, mas só de olhar pra você, dá pra ver que sua gravidez é um erro”, dispara. Lia afirma que Deus lhe dará força e saúde para dar filhos a Jacó. “Em todo caso, melhor você repousar, Lia. Vai ter todos os cuidados. Tá proibida de fazer esforço”, diz Jacó, carinhoso e preocupado. Mas Lia logo avisa: “Eu tô grávida, não doente...”.

Mas Jacó insiste. “Nada pode prejudicar você e o bebê! Zilpa prepara suas refeições, posso até ajudar ela quando não for pastorear. De hoje em diante, você não faz mais nada”, avisa. Mesmo gostando do que ouve, Lia fala que é um pouco de exagero dele. Jacó a faz prometer que não vai se cansar à toa. “Se insiste tanto com isso, meu marido... Eu prometo”, diz ela, lançando um olhar de vencedora para cima de Raquel, que não esconde a sua fúria.