Julia Lemmertz dá às boas-vindas ao Festival do Rio 2018

Até o dia 11 de novembro serão exibidos mais de 200 filmes de 60 países


  • 03 de novembro de 2018
Foto: Divulgação/ Liège Monteiro Assessoria


Desde a última quinta-feira, dia 1º de novembro, o Rio de Janeiro é a capital da sétima arte na América Latina. Tendo Julia Lemmertz, no ar em Espelho da Vida, como mestre de cerimônias, o Festival do Rio 2018 exibiu em sua noite de abertura o longa As Viúvas, de Steve MacQueen, mesmo diretor do premiado 12 anos de Escravidão, no Cine Odeon Net Claro.

E para quem é fã de cinema, fique ligado. Até o dia 11 de novembro serão exibidos mais de 200 filmes de 60 países em vários endereços da capital carioca – do emblemático Odeon às salas do grupo Estação, espaços do circuito SESC Rj e Cinemateca MAM. Entre as produções, 84 são do Brasil.

Foto: Divulgação/ Liège Monteiro Assessoria

“Este festival é muito importante, é o festival da democracia, da liberdade, desde o seu início procura abraçar tudo o que acontece no Brasil e no mundo. Continuaremos, independente de qualquer coisa, porque juntos somos fortes”, disse Walkiria Barbosa, diretora do Festival do Rio, ao lado de Ilda Santiago.

Julia Lemmertz e as diretoras do Festival, Walkiria Barbosa e Ilda Santiago. Foto: Divulgação/Liège Monteiro Assessoria

CHRISTIANE TORLONI E CAETANO VELOSO ENTRE OS FAMOSOS NO TAPETE VERMELHO

No ar no sucesso O Tempo Não Para, Christiane Torloni prestigiou a noite de abertura do evento, sempre elegante, e com o seu inseparável leque.

Esse ano, o documentário dirigido pela estrela junto de Miguel Przewodowski, Amazônia, o Despertar da Florestania, será exibido em mostra não competitiva.

Miguel Przewodowski e Christiane Torloni. Foto: Divulgação/ Liège Monteiro Assessoria

Também participaram da festa do cinema, nomes como Caetano Veloso, Johnny Massaro, Betty Faria, o diretor Breno Silveira, Antonia Fontenelle, Marcelo Serrado, Roberto Birindelli, Antonio Pitanga, Paulo Rocha, Karen Junqueira.



Veja Também