Andressa Robles, de Salve-se Quem Puder, reestreia a peça-filme Hoje não é um bom dia

Apresentada de forma remota, a tragicomédia faz refletir sobre os efeitos do capitalismo pandêmico nas relações


12 de junho de 2021

Com direção de Priscila Lima e dramaturgia de João Maia Peixoto, a peça-filme Hoje não é um bom dia, reestreia neste sábado, 12 de junho, de forma online. No elenco, Andressa Robles, a Carol de Salve-se quem PuderAmanda Gouveia, Charlotte Cochrane, Fernanda Vizeu, Priscila Lima e Tainá Medina.

O espetáculo foi desenvolvido ao longo de seis meses na plataforma zoom, com a utilização do método Meisner de treinamento de atores, para criar uma linguagem entre o cinema e o teatro que permitisse se aproveitar dos limites e dificuldades do ambiente virtual a seu favor.

PEÇA FAZ REFLETIR SOBRE OS EFEITOS DO CAPITALISMO PANDÊMICO NAS RELAÇÕES HUMANAS

Duas jovens conversam através do aplicativo zoom. O papo, inicialmente erótico, logo toma contornos desagradáveis. E o que era um encontro romântico se transforma numa interação ameaçadora e extremamente violenta. Assim, a tragicomédia faz um retrato ácido e bem-humorado dos efeitos que a precariedade do capitalismo pandêmico exercem nas relações pessoais.

Numa sequência de calls, cada personagem, figuras típicas do nosso tempo como coachs, empreendedoras, terapeutas, traficantes e funcionárias, passam adiante suas batatas quentes e inseguranças, numa corrente de desacato e falta de empatia que nos leva a questionar: o que pode quebrar esse ciclo vicioso?

Hoje não é um bom dia: Filme ao vivo disponível na plataforma zoom. De 12/06 a 27/06. Sábados e domingos,  às 20h30. Ingressos: a partir de R$15,00. Classificação: 18 anos. Vendas: www.sympla.com.br